icons.title signature.placeholder Gabriel Cassar
25/02/2015
18:43

Nascida em Santos (SP) e tendo morado alguns anos no nordeste, Juliana está acostumada a jogar sob o Sol forte e as altas temperaturas. O verão do Rio de Janeiro em 2015, no entanto, parece estar acima da média, até mesmo para uma das atletas de vôlei de praia mais vitoriosas do Brasil.

- Olha, confesso que me assustei com o calor aqui do Rio de Janeiro. Morei no nordeste, mas lá, pelo menos, bate uma brisinha, um ventinho. Acho que aquela frase "Rio 40 graus" já está ficando obsoleta. Sorte que temos alguns jogos de noite.

Em 2009, quando ainda atuava ao lado de Larissa, Juliana foi campeã do 'Melhores do Mundo', vencendo na final justamente a dupla Walsh e May. Agora, ao lado de Maria Elisa, a paulista espera repetir a dose e ajudar a conquistar o título geral para o Brasil, o que seria inédito.

- É um torneio diferente. Lembro que, em 2009, foi muito especial para mim. Ganhamos (ela e Larissa) um torneio idealizado e feito nos Estados Unidos, diante de duas das maiores jogadoras da história. Foi muito marcante. Estou muito esperançosa com esse novo projeto, ao lado da Maria Elisa. Ter a oportunidade de abrir a temporada com uma oportunidade dessas é espetacular. Estou treinando forte para chegar bem na competição.

O desafio 'Melhores do Mundo - Brasil x EUA - Vôlei de Praia' começa nesta quinta-feira, na praia de Copacabana, com os jogos indo de 13h às 20h30.