icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/04/2014
18:01

A equipe do Brasil Kirin lutou, mostrou garra, mas ainda assim foi eliminada da Superliga Masculina de Vôlei ao perder para o Sesi, por 3 sets a 2. Um dos ícones da equipe, André Heller, já havia anunciado que se aposentaria ao final do torneio e, com a eliminação, se despediu neste sábado do vôlei.

- Estou muito emocionado. Tenho que agradecer a muitas pessoas e principalmente ao voleibol que me deu praticamente tudo o que eu tenho na minha vida. A equipe de Campinas e o Mauricio também foram muito importantes nesses quatro últimos anos por acreditarem sempre no meu potencial. Só posso dizer que estou muito feliz - comentou André.

O Brasil Kirin encerrou a fase de classificação na terceira colocação, enquanto o Sesi foi o vice-líder da primeira fase. Mas mesmo com a derrota, o técnico da equipe não ve a equipe abalada.

- Foi uma temporada intensa para todos nós. Tivemos ótimos momentos e foi uma pena ter saído agora. Mas saímos de cabeça erguida, com certeza - afirmou o técnico Alexandre Rivetti.

Já André Heller, preferiu comentar sobre a torcida em seu último dia como jogador de vôlei profissional. O central foi reverenciado e aplaudido de pé pela torcida e os jogadores rivais no Ginásio Taquaral.

- Essa torcida é incrível e única. Sempre digo que nunca joguei em nenhum lugar onde sentisse essa energia tão especial. Só tenho a agradecer por terminar minha carreira como jogador diante deles - completou.