icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/03/2014
16:42

O primeiro passo já foi dado. Encarada como um novo campeonato, a fase quartas de final da Superliga Feminina começou favorável ao Vôlei Amil no duelo contra o São Cristóvão Saúde/São Caetano. O segundo encontro acontece nesta sexta-feira, às 21h30, no Ginásio Lauro Gomes, e pode confirmar o favoritismo do time de Campinas com a classificação à semifinal.

A primeira partida reservou alguns sustos às comandadas de José Roberto Guimarães, mas o duelo terminou em três sets. No primeiro deles, um atropelo. As campineiras aplicaram incríveis 21-9. A preocupação do treinador do Vôlei Amil é com a velocidades do rival nos ataques. E ele sabe que o fator casa tende a ser um estímulo ao grupo do ABC.

– Estamos em um mata-mata e temos que pensar jogo a jogo. Claro que temos o sonho de disputar uma final, mas nossa decisão agora é contra o São Caetano. Ganhamos a primeira, mas não esperamos facilidades na casa deles, que têm um time com muita velocidade no ataque. Precisaremos jogar bem e manter a atenção ao nosso sistema defensivo – avaliou o comandante.

Na primeira fase da Superliga, o São Caetano deixou sua marca como um time difícil de ser batido até pelos favoritos. Na luta para sobreviver no torneio, a equipe comandada por Hairton Cabral promete manter o mesmo ritmo.

– O Vôlei Amil já entrou favorito na série e, depois da primeira vitória, ainda mais. Porém, não vamos abandonar a disputa. Vamos lutar até o fim. Sabemos que é difícil, mas queremos tentar surpreender. Não jogamos o que poderíamos na primeira partida e trabalhamos bastante, especialmente a ansiedade e o nervosismo, já que muitas jogadoras nunca tinham disputado essa fase como titulares – disse Hairton Cabral.

Caso o São Caetano iguale a série, um terceiro jogo será realizado na sexta-feira da semana que vem, em Campinas