icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/03/2014
23:48

A vice-liderança da Superliga Feminina ainda é do Vôlei Amil. Nesta sexta-feira, o time do técnico José Roberto Guimarães bateu a Unilever, de Bernardinho, por 3 sets a 2, parciais de 21-15, 21-15, 19-21 e 9-21 e 15-8, na Arena Amil, em Campinas.

Com o resultado, a equipe paulista foi a 58 pontos e abriu dois de diferença para as cariocas. Restam apenas duas rodadas para o fim da etapa classificatória.

Embora aguardado, o duelo não reservou grandes emoções nos primeiros sets. A Unilever abusou dos erros e teve dificuldades para parar os ataques de Tandara, eleita a melhor em quadra. Bernardinho tentou mudanças no decorrer do jogo, com as entradas de Amanda, Regiane e Natasha, mas não teve sucesso num primeiro momento.

Porém, quando a partida se encaminhava para o final a favor do Vôlei Amil na terceira parcial (18-13), Amanda conseguiu grande sequência de saques, e as donas estacionaram no placar, permitindo a virada.

No quarto set, a Unilever atropelou a equipe adversária. Com novo ânimo após a incrível virada, o time carioca comandou nos ataques, minimizou os erros e desestabilizou o ataque paulista. Numa bola de xeque, Natasha fez 21-19.

No tie-break, porém, o Vôlei Amil não se abateu. Recuperou o bom voleibol do início com boas defesas de Michelle, ataques de Tandara e bloqueios de Carol Gattaz. Tandara foi a responsável por fechar a partida, com um ataque encaixado na paralela.

Não foi dessa vez que a levantadora Fofão voltou a ser relacionada. A veterana está afastada das partidas há dois meses por causa de um problema na panturrilha.

O próximo compromisso do Vôlei Amil é na próxima terça-feira, às 19h30, contra a já eliminada Uniara/Afav. No mesmo dia e horário, a Unilever visita o Barueri, no Ginásio José Correa.

Praia Clube vence em casa

Quem também somou três pontos nesta sexta-feira foi o Banana Boat/Praia Clube. Na Arena Praia, o time de Mari passou pela Uniara por 3 a 0 (21-17, 21-14 e 21-12). A oposto Monique foi o destaque do jogo e ficou com o Troféu VivaVôlei. O time segue na quinta colocação, com 43 pontos.

O Pinheiros, que aparece uma posição abaixo das mineiras de Uberlândia, passou pelo Maranhão Vôlei/Cemar por 3 a 1 (21/14, 21/12, 18/21 e 21/12), no Ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo (SP). A central Vivian foi o nome da partida e levou o Troféu VivaVôlei. A equipe de Wagão soma 42 pontos.

Já o São Cristóvão Saúde/São Caetano levou a melhor sobre o Rio do Sul/Equibrasil no tie-break e garantiu sua classificação aos playoffs. Com parciais de 21/14, 15/21, 18/21, 23/21 e 7/15, o time comandado por Hairton Cabral subiu para a sétma posição, com 36 pontos, e não corre mais riscos. O Brasília (8º) ainda briga com o Barueri (9º).