icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese e Rodrigo Vessoni
05/02/2015
00:22

O Corinthians massacrou o Once Caldas na noite desta quarta-feira, pela primeira fase da Copa Libertadores. Um sonoro 4 a 0 que pegou de surpresa até mesmo os comandantes da equipe de Tite. Após a partida, o volante Ralf não escondeu a situação.

- Vantagem é boa, surpreende até a gente. Mas não pela qualidade da nossa equipe, todo mundo falava de outra eliminação, mas é outro plantel, conseguimos um grande jogo - afirmou o camisa 5, lembrando do noticiário em cima da derrota para o Tolima, em 2011.

Elias foi outro que fez questão de elogiar a postura dos jogadores diante dos colombianos. O camisa 7, autor de um dos quatro gols (o mais bonito de todos), lembrou que a vantagem é boa, mas ainda não garante o Corinthians na fase de grupos da Libertadores - se passar pelo Once Caldas, pegará San Lorenzo (ARG), Danubio (URU) e o rival São Paulo.

- A gente está de parabéns, conseguimos vencer, conseguimos fazer o que o Tite vem pedindo, marcando forte e saindo para jogar - afirmou Elias, que respondeu da seguinte maneira ao ser questionado sobre a garantia da vaga.

- Nunca. Esperamos manter esse ritmo de atuação, fazer um jogo bom e tentar vencer lá também - completou.

As expulsões de Guerrero e Fábio Santos também foram comentadas pelo camisa 7 do Timão, um dos destaques da equipe na goleada sobre os colombianos na Arena Corinthians.

- Ele (Guerrero) está chateado, triste, é um grande exemplo de jogador, mas isso não vai abalar ele nem o grupo. A gente tem confiança nele e em todos os jogadores. Para ser sincero, nem pensamos no árbitro, claro que vamos cobrá-lo numa jogada ou outra, mas temos de focar o jogo - finalizou.