icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/04/2014
15:10

Podemos dizer que o técnico Adilson Batista está em uma verdadeira maratona pelo Vasco. Para conseguir conciliar os compromissos do Cruz-Maltino, que está intercalando entre Campeonato Carioca e Copa do Brasil, o comandante teve que se desdobrar em função do time. Em um curto espaço de tempo Adilson foi a Manaus, no norte do país, e voltou para o Rio.

Para conseguir ficar à frente dos reservas no confronto contra o Resende, na Arena da Amazônia, pela Copa do Brasil, e não deixar de lado o time titular, que ficou no Rio de Janeiro, visando a final do Campeonato Estadual, o treinador, na última quarta, realizou o treino em São Januário e à noite embarcou para Manaus.

Após comandar o time no empate sem gols com o Resende, na quinta-feira, Adilson pegou o voo da madrugada direto para o Rio. Na manhã desta sexta-feira, o treinador já estava novamente orientando os titulares na Colina. Logo depois do treino, Douglas comentou sobre a maratona de Adilson.

- Essa semana ele está insuportável (risos). Está uma pilha, discutindo com todos, quer tudo certinho, tudo bonitinho. A gente até achou que o treino seria à tarde para ele poder descansar, mas o cara acabou vindo direto. Mas isso é bom, motiva. É um cara que não gosta de perder e traz isso pra gente. Vamos abraçar ele e seguir em frente - disse Douglas.

O treinador, logo após o confronto em Manaus, diz não ter sentido problema algum com o grande deslocamento em tão pouco tempo.

- Aos 46 anos, dá para fazer. Tive problema nenhum, consegui concicliar. O importante é estar presente - explicou.

Vasco e Flamengo começam o duelo pelo título de Campeão Estadual no domingo, às 16h, no Maracanã. O Flamengo tem a vantagem de jogar por dois empates para levantar o troféu. O Vasco vem com a missão de encerrar um jejum que já dura 11 anos sem títulos de Carioca.