icons.title signature.placeholder Craque do Futuro - Carlos Eduardo Brandão
20/03/2014
16:44

Na estreia na Copa do Brasil, o Vitória empatou com o J. Malucelli em 1 a 1, no EcoEstádio, em Curitiba, nessa quarta-feira, e não conseguiu eliminar o jogo de volta – que será realizado no Estádio de Pituaçu, no dia 16 de abril, em Salvador.

O Leão voltou a apresentar um futebol fraco, inconstante e inseguro na capital paranaense. A zaga rubro-negra foi sufocada pelas investidas do atacante Bruno Batata, que marcou o gol dos mandantes (de pênalti) ainda na primeira etapa. No segundo tempo, Ney Franco mexeu no time, alterou o esquema tático (de 4-4-2 para 4-3-3) e o Vitória conseguiu o empate com Alan Pinheiro.

O resultado frustrou os torcedores rubro-negros, que reclamaram bastante através das redes sociais. “@ecvitoria, esse era o típico adversário para eliminar o jogo de volta! Time fraco e não convence! Abram os olhos pelo amor de Deus!”, alertou o torcedor Eduardo Barreiro. Outro torcedor comparou o time atual com o da temporada passada “@ecvitoria longe de ser o time que a torcida merece, conseguimos regredir em relação a 2013”, escreveu Luiz Fernando.

Alguns torcedores questionaram a eficiência do “setor de inteligência” do clube para contratações. “Queria ouvir a comissão de inteligência do @ecvitoria sobre quantos jogos eles viram de Dão, Defendi e Ferrari. Ah como queria... amadores”, escreveu o rubro-negro Diego Brito.

Ainda sem motivos para comemorar na temporada, o foco da torcida agora é o Ba-Vi do próximo domingo (22), às 16h, na Arena Fonte Nova. O Vitória já está classificado para a próxima fase do Campeonato Baiano, mas não pode tropeçar, já que um triunfo no clássico pode ser transformado em vantagem em um possível encontro com o Bahia na fase final.