icons.title signature.placeholder Rafael Valesi
icons.title signature.placeholder Rafael Valesi
20/07/2013
13:26

Aumentaram as chances do oposto Leandro Vissotto entrar em quadra neste sábado contra a Bulgária, às 20h (de Brasília), pela semifinal da Liga Mundial de vôlei. O jogador, que ficou fora da partida contra o Canadá na sexta-feira por causa de um edema no tendão patelar do joelho esquerdo, teve uma melhora e sente menos dores no local. Mas a confirmação só virá poucas horas antes do jogo que decidirá uma vaga na final do torneio, em Mar del Plata.

Vissotto fará um teste físico para saber se terá condições. Caso não jogue, ele será substituído por Wallace, que atuou contra os canadenses e saiu de quadra como o maior pontuador do jogo.

- Evoluiu um pouco. Uma hora antes do jogo temos de entregar a lista de quem vai para a partida, então um pouco antes disso farei um teste para saber se terei condições ou não. O joelho está melhor. É óbvio que não está o ideal. Se eu tiver condições, irei para o jogo - falou Vissotto, que descartou a possibilidade de não atuar neste sábado visando uma possível final.

Na manhã deste sábado, o Brasil fez um treino de cerca de uma hora no Ginásio Poliesportivo Islas Malvinas. Vissotto foi para a quadra, mas apenas realizou alguns saques. Para se recuperar, ele vem fazendo tratamento com medicação e fisioterapia. Outro poupado foi Dante, que vem ficando fora de algumas atividades por escolha da comissão técnica.

- Vamos avaliar, ver o quadro de dor dele. A dor diminuiu, mas uma coisa é bater bola, outra é jogar e saltar - contou Álvaro Chamecki, médico da Seleção Brasileira.

*O editor viaja a convite da FIVB

Aumentaram as chances do oposto Leandro Vissotto entrar em quadra neste sábado contra a Bulgária, às 20h (de Brasília), pela semifinal da Liga Mundial de vôlei. O jogador, que ficou fora da partida contra o Canadá na sexta-feira por causa de um edema no tendão patelar do joelho esquerdo, teve uma melhora e sente menos dores no local. Mas a confirmação só virá poucas horas antes do jogo que decidirá uma vaga na final do torneio, em Mar del Plata.

Vissotto fará um teste físico para saber se terá condições. Caso não jogue, ele será substituído por Wallace, que atuou contra os canadenses e saiu de quadra como o maior pontuador do jogo.

- Evoluiu um pouco. Uma hora antes do jogo temos de entregar a lista de quem vai para a partida, então um pouco antes disso farei um teste para saber se terei condições ou não. O joelho está melhor. É óbvio que não está o ideal. Se eu tiver condições, irei para o jogo - falou Vissotto, que descartou a possibilidade de não atuar neste sábado visando uma possível final.

Na manhã deste sábado, o Brasil fez um treino de cerca de uma hora no Ginásio Poliesportivo Islas Malvinas. Vissotto foi para a quadra, mas apenas realizou alguns saques. Para se recuperar, ele vem fazendo tratamento com medicação e fisioterapia. Outro poupado foi Dante, que vem ficando fora de algumas atividades por escolha da comissão técnica.

- Vamos avaliar, ver o quadro de dor dele. A dor diminuiu, mas uma coisa é bater bola, outra é jogar e saltar - contou Álvaro Chamecki, médico da Seleção Brasileira.

*O editor viaja a convite da FIVB