icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/06/2014
12:33

O Minas Tênis Clube recebeu uma visita ilustre nesta terça-feira. O Príncipe Harry, terceiro na sucessão do trono inglês, foi conhecer a estrutura da Unidade I do clube, onde recebeu homenagens e encontrou com atletas.

O encontro teve como objetivo reafirmar a parceria entre o Minas e a Associação Olímpica Britânica (British Olympic Association - BOA). Os membros da comitiva aproveitaram para conversar com atletas to clube, como o campeão olímpico Cesar Cielo e os judocas Luciano Corrêa, Ketleyn Quadros e Érika Miranda.

O nadador conversou com o herdeiro do trono britânico, antes de saltar na piscina, para uma demonstração. Cielo, assim como os demais atletas do Clube, disputou uma prova de revezamento 4x50m.

- Eu segui o programa que estava estabelecido pelo protocolo. Recebi o príncipe junto com um diretor do Minas, o Rochinha, pedi a ele para dar a saída para o revezamento de exibição e fui para a baliza porque eu estava no revezamento. Não tive uma conversa informal com o príncipe. Ele apenas perguntou quantos nadadores treinam no Minas, nada mais. Foi muito rápida a passagem dele pelo parque aquático - disse Cielo.

Depois, o príncipe se dirigiu à Arena, onde havia clínicas de três esportes: rúgbi, judô e basquete. Harry disputou um pequeno torneio de arremessos com o judoca Luciano Corrêa.

- Ele perguntou qual era meu principal título, o Mundial. Perguntou se eu estaria em 2016. Disse que era meu objetivo. Sobre o basquete, ele me desafiou. Tinha chamado para ir para o tatame, mas ele não quis - brincou o judoca.

A comitiva veio ao Minas Tênis para assinar um Memorando de Entendimento entre o British Paralympic Association (Associação Paralímpica Britânica) e o clube, nos mesmos moldes do acordo com a BOA. Nesse memorando, fica acertado que o clube mineiro recepcionará as equipes olímpicas e paralímpicas da Grã-Bretanha para treinos nos Jogos do Rio-2016.