icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/03/2014
10:50

Mais um fim de semana violento no futebol argentino custou a vida de um torcedor. A vítima foi Lucas Carrasco, de 22 anos, que era torcedor do Independiente de Mendoza. Além deste caso, houve o registro de confrontos entre os torcedores de Estudiantes e Gimnasia no centro de La Plata.

Lucas estava voltando para casa após a partida contra o Instituto de Córdoba, na última sexta-feira, pela Segunda Divisão, que acabou com vitória da equipe cordobesa por 2 a 1. No caminho, o torcedor foi atingido na cabeça por um objeto ainda desconhecido. O jovem chegou a ficar internado em um hospital de Mendoza, mas morreu neste domingo devido à hemorragia.

Uma versão dá conta de que o objeto que atingiu a cabeça de Lucas foi uma garrafa de vidro atirada de um veículo. Outra indica que o grave fermento foi causado por uma bomba de gás lacrimogêneo, disparada a uma distância de 10 a 15 metros.

Em La Plata, na tarde deste domingo, torcedores do Gimnasia e do Estudiantes se enfrentaram, a pedradas, no centro da capital da Província de Buenos Aires. Segundo o diário "El Día", alguns dos violentos portavam armas de fogo. Os confrontos foram registrados após a partida em que o Estudiantes bateu o Gimnasia, por 1 a 0, pelo Torneio Inicial.

Além disso, um grupo de cerca de 30 torcedores do Gimnasia tentou invadir o vestiário da equipe após o clássico. A coletiva de imprensa do técnico Pedro Troglio foi suspensa. O grupo acabou sendo reprimido por disparos de balas de borracha pela polícia.