icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/07/2013
14:15


Um vídeo gravado durante a confusão no churrasco promovido pela diretoria do São Paulo, neste domingo, mostra Juvenal Juvêncio muito exaltado. Irritado com as críticas de alguns sócios do clube contrários a atual gestão, o presidente se revoltou, disse palavrões e deu ordem aos seguranças para impedirem os manifestantes. O evento na sede social do Morumbi contou com a presença de membros da principal organizada do Tricolor.

- Eu quero o São Paulo grande. Eu quero o São Paulo na primeira divisão - afirmou um dos sócios.

- Pega esses caras aí - esbravejou Juvenal, entre outras declarações.

Quando os sócios começaram a cantar o hino do clube em forma de protesto, o presidente, já sendo contido por seguranças e aliados, gritou:

- Seu filho da p...

No decorrer da discussão, a torcida organizada do São Paulo puxou um coro de defesa ao presidente do clube. Depois da derrota para o Cruzeiro, no último sábado, as principais organizadas do Tricolor impediram os torcedores comuns de protestarem contra Juvenal Juvêncio. Em maioria, eles assumiram o comando da manifestação, pouparam a diretoria e reclamaram apenas dos jogadores.


Um vídeo gravado durante a confusão no churrasco promovido pela diretoria do São Paulo, neste domingo, mostra Juvenal Juvêncio muito exaltado. Irritado com as críticas de alguns sócios do clube contrários a atual gestão, o presidente se revoltou, disse palavrões e deu ordem aos seguranças para impedirem os manifestantes. O evento na sede social do Morumbi contou com a presença de membros da principal organizada do Tricolor.

- Eu quero o São Paulo grande. Eu quero o São Paulo na primeira divisão - afirmou um dos sócios.

- Pega esses caras aí - esbravejou Juvenal, entre outras declarações.

Quando os sócios começaram a cantar o hino do clube em forma de protesto, o presidente, já sendo contido por seguranças e aliados, gritou:

- Seu filho da p...

No decorrer da discussão, a torcida organizada do São Paulo puxou um coro de defesa ao presidente do clube. Depois da derrota para o Cruzeiro, no último sábado, as principais organizadas do Tricolor impediram os torcedores comuns de protestarem contra Juvenal Juvêncio. Em maioria, eles assumiram o comando da manifestação, pouparam a diretoria e reclamaram apenas dos jogadores.