icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
17:09

Empolgada com a reedição da parceria com a McLaren, que será efetuada a partir de 2015, a Honda fez uma bonita homenagem ao brasileiro Ayrton Senna.

Com holofotes e alto-falantes espalhados por toda a pista do circuito de Suzuka - local onde o brasileiro decidiu seus três títulos mundiais da Fórmula 1 -, a montadora japonesa reproduziu pela pista o ronco do motor de Senna de 1989, ano em que ele foi vice-campeão.

O curioso é que foi justamente em Suzuka, em 1989, que ocorreu a maior polêmica da carreira de Senna. Foi lá que Prost forçou um choque com o brasileiro para garantir o campeonato.

Senna, porém, surpreendeu, retornou à pista e venceu a corrida. No entanto, a organização puniu o brazuca, alegando irregularidade em uma sequência de curvas dele, logo após incidente com o rival.

A partir de 2015, a Honda voltará a ser a fornecedora dos motores da McLaren. Com Senna e Alain Prost, a aliança conquistou todos os títulos da F1 entre 1988 e 1991.

Empolgada com a reedição da parceria com a McLaren, que será efetuada a partir de 2015, a Honda fez uma bonita homenagem ao brasileiro Ayrton Senna.

Com holofotes e alto-falantes espalhados por toda a pista do circuito de Suzuka - local onde o brasileiro decidiu seus três títulos mundiais da Fórmula 1 -, a montadora japonesa reproduziu pela pista o ronco do motor de Senna de 1989, ano em que ele foi vice-campeão.

O curioso é que foi justamente em Suzuka, em 1989, que ocorreu a maior polêmica da carreira de Senna. Foi lá que Prost forçou um choque com o brasileiro para garantir o campeonato.

Senna, porém, surpreendeu, retornou à pista e venceu a corrida. No entanto, a organização puniu o brazuca, alegando irregularidade em uma sequência de curvas dele, logo após incidente com o rival.

A partir de 2015, a Honda voltará a ser a fornecedora dos motores da McLaren. Com Senna e Alain Prost, a aliança conquistou todos os títulos da F1 entre 1988 e 1991.