icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
19/02/2015
00:38

Na derrota do Atlético-MG por 2 a 0 para o Colo Colo (CHI), em Santiago, nesta quarta-feira, pela Libertadores Victor cometeu erro crasso que culminou no primeiro gol dos mandantes. O goleiro escorregou antes de finalização de Felipe Flores e, quando tentou realizar a defesa, não conseguiu afastar o perigo, deixando sua equipe em desvantagem no placar. O camisa 1 assumiu a falha diante do time chileno e tentou se explicar, relatando que se jogou na bola antes do quique.

– Não fujo das minhas responsabilidades. Era uma bola defensável, talvez houve um erro na tomada de decisão. A bola fez uma curva, tentei me colocar atrás dela, mas teve um quique. Mas, independentemente disso, não foi um bom jogo nosso – afirmou.

Apesar do equívoco individual, Victor acredita que houve falhas coletivas. Ele cita, inclusive, a postura da equipe para justificar o revés na primeira rodada do grupo 1 da Libertadores.

– Não conseguimos nos achar, e o Colo Colo teve mais espírito de Libertadores que nós. Eles não deixaram a gente jogar de forma confortável e perdemos. Principalmente depois do segundo gol, o time ficou desorganizado – declarou.

– Agora, vamos tirar as lições para o próximo jogo. Sempre tem lição. A vitória às vezes acoberta, mas hoje tem coisas para corrigir, erramos muito, nos desconcentramos, temos que dar méritos ao Colo Colo também. Claro que não era o resultado esperado, mas ainda temos cinco jogos – acrescentou.