icons.title signature.placeholder Bruno Quaresma
03/11/2013
15:41

Ainda sem contrato renovado, mas garantido para a próxima temporada, Muricy Ramalho bate na tecla que o São Paulo está atrasado no planejamento para 2014. A diretoria se diz tranquila a esse processo e não mostra a mesma pressa pedida pelo treinador. No entanto, o vice-presidente de futebol do clube, João Paulo de Jesus Lopes, já anuncia quem ele não quer ver vestindo a camisa do Tricolor:

- O planejamento vai ser feito à medida que a gente consiga identificar as necessidades. Mas uma grande bobagem é falar que o Julio César vai ser contratado, por várias razões. Eu me pergunto se é uma tentativa política de desestabilizar o Rogério ou a nossa diretoria, que temos uma predileção muito grande pelo Rogério. Não existe a mínima possibilidade de trazer o Julio César para cá. Como não existe a mínima possibilidade de trazermos outros problemas. Quando falo outros problemas, eu estou falando de Fred, de Vágner Love, não estão no nosso foco.

Meses atrás, quando a aposentadoria de Ceni era dada como certa ao fim deste ano, Julio César era um dos nomes sugeridos para substituir o camisa 01, assim como o de Diego Cavalieri. Muricy Ramalho fez apelo para o Mito continuar no clube, a fase do time melhorou e há um grande otimismo para que o maior ídolo dos são-paulinos não encerre a carreira.

Vágner Love foi procurado pela diretoria no início desta temporada. O nome dele foi até levado ao então técnico Ney Franco, que deu aval, mas a negociação não se concretizou. Fred também já interessou ao Tricolor, houve contato, mas o alto salário foi um dos fatores que impediu o acerto.