icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
05/07/2013
09:21

Ao mesmo tempo que serviu para fortalecer a relação da Seleção Brasileira com os torcedores e impulsionar o time de Luiz Felipe Scolari no Ranking da Fifa, a conquista da Copa das Confederações, indiretamente, fortaleceu o presidente da CBF, José Maria Marin, e o vice Marco Polo del Nero - virtual candidato da situação na eleição do próximo ano.

Tudo porque foi a dupla que bancou a troca de treinador, demitindo Mano Menezes em novembro de 2012, deixando Scolari com seis meses para trabalhar visando à Copa das Confederações. Mas Del Nero diz que não vê tanta vantagem assim para a imagem dele mesmo e de Marin, preferindo adotar um discurso (de) político

- Não tem nada disso. Quem se fortaleceu é o futebol brasileiro. Esse é o nosso objetivo - disse ele ao LANCE!Net.

Mesmo com a postura digna de quem está em campanha eleitoral, Marco Polo del Nero, que, segundo a coluna De Prima, já avisou aos presidentes de Federação sobre o início da articulação visando a eleição do próximo ano, não está angariando votos.

- Eleição é só no ano que vem. E o processo eleitoral só vai começar quando o presidente Marin der o start - completou.

Além de vice da CBF, Del Nero é presidente da Federação Paulista, e membro dos Comitês Executivos da Conmebol e da Fifa.

Ao mesmo tempo que serviu para fortalecer a relação da Seleção Brasileira com os torcedores e impulsionar o time de Luiz Felipe Scolari no Ranking da Fifa, a conquista da Copa das Confederações, indiretamente, fortaleceu o presidente da CBF, José Maria Marin, e o vice Marco Polo del Nero - virtual candidato da situação na eleição do próximo ano.

Tudo porque foi a dupla que bancou a troca de treinador, demitindo Mano Menezes em novembro de 2012, deixando Scolari com seis meses para trabalhar visando à Copa das Confederações. Mas Del Nero diz que não vê tanta vantagem assim para a imagem dele mesmo e de Marin, preferindo adotar um discurso (de) político

- Não tem nada disso. Quem se fortaleceu é o futebol brasileiro. Esse é o nosso objetivo - disse ele ao LANCE!Net.

Mesmo com a postura digna de quem está em campanha eleitoral, Marco Polo del Nero, que, segundo a coluna De Prima, já avisou aos presidentes de Federação sobre o início da articulação visando a eleição do próximo ano, não está angariando votos.

- Eleição é só no ano que vem. E o processo eleitoral só vai começar quando o presidente Marin der o start - completou.

Além de vice da CBF, Del Nero é presidente da Federação Paulista, e membro dos Comitês Executivos da Conmebol e da Fifa.