icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
25/11/2013
16:57

Andrés Sanchez adiou sua viagem aos Emirados Árabes Unidos. O ex-presidente do Corinthians, na companhia de um conselheiro do clube e um advogado, viajaria na noite desta segunda-feira para se encontrar com xeques interessados em adquirir o naming rights da Arena que está sendo construída em Itaquera, Zona Leste de São Paulo.

De acordo com uma pessoa próxima ao ex-mandatário, a decisão de não viajar foi consequência de um pedido dos xeques, que não conseguiriam dar atenção aos brasileiros devido a uma visita de representantes de outros países. As reuniões devem acontecer na próxima semana.  

Os xeques que serão contactados por Andrés Sanchez representam a Abu Dhabi Investiment Authority, o maior fundo dos Emirados Árabes Unidos. De acordo com a revista Exame, a Adia tem um aporte financeiro de US$ 630 bilhões (cerca de R$ 1,4 trilhão). A intenção é de vender o nome do estádio em Itaquera por R$ 400 milhões, com autorização de exploração do nome por 20 anos. As companhias aéreas Emirates, de Dubai, e a Etihad, de Abu Dhabi, pertencem à Adia. Uma delas poderia ser escolhida para dar nome à Arena Corinthians.

Vale lembrar que essa não é a primeira viagem de Andrés Sanchez aos Emirados Árabes Unidos. No final do mês de outubro, o presidente foi até lá acompanhado de um empresário, mas para conversar com outro fundo de investimento.