icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/12/2013
19:32

O ex-vereador de Curitiba e atualmente superintendente da Ecoparaná, órgão da secretaria de Turismo do Estado, Juliano Borghetti, foi flagrado entre os torcidas do Atlético-PR e Vasco que participaram da briga na Arena Joinville, no último domingo. Borghetti aparece em fotos, em meio a confusão, com a camisa da maior torcida organizada do Furacão.

Juliano Borghetti afirmou que acompanha o Atlético-PR há anos, admitiu ser ele a pessoa que aparece nas fotos, mas ressaltou que não participou de nenhuma agrassão:

- Já estive em diversas cidades no Brasil e fora do país e nunca estive envolvido em nenhum episódio de violência. Foi uma atitude da qual me arrependo e por isso venho a público pedir desculpas. Reforço, porém, que não agredi ninguém, nem tampouco sofri qualquer agressão física na situação - disse o ex-vereador ao site "G1".

Em uma postagem em sua página do Facebook, Borghetti aparece usando a mesma camisa no Maracanã. Em 2011, o então vereador foi ao plenário para felicitar a organizada pela realização de sua festa de aniversário. Segundo ele, 'foram mais de seis horas de festa e que não houve nenhum relato de confusão entre os torcedores'.

Ainda durante seu mandato, Juliano Borghetti pediu ao então secretário de Segurança Público do Paraná, Luiz Fernando Delazari, que a segurança em dias de partidas fosse reforçada em bairros e terminais do transporte coletivo.

Esta não foi a primeira vez no ano que autoridades se envolvem em brigas de torcidas. L!Net revelou que Raimundo Cesar Faustino, um dos envolvidos na pancadaria no jogo Vasco x Corinthians, é vereador eleito na cidade de Francisco Morato (SP).