icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/02/2015
13:35

A crise no Parma parece não ter fim. Após ser vendido por R$ 3,15, o clube está sem dinheiro para organizar a partida contra a Udinese, válida pela 24ª rodada do Campeonato Italiano. Desta forma, o jogo foi adiado e a nova data ainda será marcada. Segundo o site "Calciomercato.com", o ex-time do goleiro Taffarel não tem verba para pagar pelos seguranças, o que fez o prefeito da cidade, Federico Pizzaroti, impedir a realização do duelo.

Quem anunciou a suspensão do prélio foi o diretor esportivo da Udinese, Cristiano Giaretta.

- Nós estávamos programados para ir para Parma, mas o jogo foi cancelado. Fomos informados pelo Parma e pela liga. Estamos esperando maiores detalhes - disse o dirigente do time de Udine.

O novo dono do Parma, Giampietro Manetti, ainda não conseguiu honrar com os prazos para pagamento das dívidas milionárias do clube. Para evitar a falência, ele teria que quitar 20 milhões de euros (R$ 63 milhões) até o último dia 16 de fevereiro, o que não foi feito ainda.

Os jogadores, que estão com salários atrasados, reuniram-se com a diretoria, prefeito da cidade e o representante do sindicato dos jogadores para cobrar uma solução. Desta forma, o técnico Roberto Donadoni cancelou os treinos desta sexta-feira.

O Parma é o último colocado do Campeonato Italiano, com apenas dez pontos em 23 rodadas. Na última partida, surpreendeu a todos após empatar com a Roma, na capital, por 0 a 0.