icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/06/2014
15:18

Daniel Ricciardo vem sendo, até o momento, a maior surpresa da temporada 2014 da Fórmula 1. Após algumas temporadas com a Toro Rosso, Ricciardo foi contratado pela Red Bull, para correr ao lado do atual tetracampeão da categoria, Sebastian Vettel. Intimidante? Não a ele.

- Ele mostrou estar feliz por mim, por eu ter conseguido (primeira vitória). Eu acho que isso o deixa mais motivado, então eu não posso descansar agora, não posso ficar complacente, tenho que continuar pressionando e esperar que tudo dê certo para nós dois - comentou o australiano, que segue 19 pontos à frente de Vettel.

Na próxima etapa, na Áustria, Ricciardo correrá no "quintal" de casa, já que a Red Bull tem sede no país e o próprio nome do circuito deixa claro "quem manda" na pista: RedBullRing.

- Estamos com muitas expectativas, essa é em casa para a Red Bull. Vamos ver o que acontece na pista, espero que estejamos fortes novamente, mas acho que o final de semana será muito divertido - disse, durante coletiva da Fórmula 1.

Ainda assim, Ricciardo (e todos os outros carros do grid) segue atrás das duas Mercedes, que nadam de braçadas no campeonato. Caso o cenário da corrida passada se repita (Hamilton fora e vitória de Ricciardo), o australiano reduz a diferença para o inglês para apenas 14 pontos, ficando perto da segunda colocação no campeonato.

- Temos que continuar pressionando, como todos. Todos estão perseguindo eles e deve seguir funcionando. Definitivamente, a vitória nos deu uma motivação a mais. Eu vi o time, no pit wall, quando cruzei a linha (Montreal) e foi como se eles tivessem vencido a primeira na F-1. Foi revigorante - completou.