icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/11/2013
16:59

Vem mudança por aí no Grêmio. Ao menos, é o que indica o treinamento fechado da tarde desta terça-feira, na Arena. Na véspera do jogo com o Vasco, o técnico Renato Gaúcho optou por impedir a entrada da imprensa. Sempre que escolheu tal expediente, o time gremista teve mudanças em esquema tático. O ônibus esteve novamente tapando a visão na entrada da zona mista, como antes do jogo com o Atlético-PR.

Foi assim contra o Inter, ainda no primeiro turno do Brasileirão. Ou contra o Criciúma. Ou ainda contra o Atlético-PR. Arena fechada para o acesso dos jornalistas. E esquema diferente no outrio dia, em campo. O 3-5-2 foi concebido antes do clássico, assim como um 4-5-1 antes dos catarinenses e o 4-4-2 com a entrada de Zé Roberto antes da decisão com os paranaenses.

Renato não tem problemas para repetir o time que levou 3 a 0 do líder Cruzeiro. Não tem ninguém suspenso ou machucado, e Vargas, que está com a seleção do Chile, não voltará para esta partida. Com a ausência do atacante, o meia Maxi Rodríguez pode ser utilizado, pela questão do limite de estrangeiros. Seria allternativa para deixar o time mais ofensivo, com a saída de um zagueiro - Werley o mais cotado.

Os portões cerrados não foram novidades nesta quarta. Pela sua conta no Twitter, o clube já havia informado que Renato faria um trabalho privado. O clube gaúcho passa por momento difícil: não vence há sete jogos e não marca um gol sequer desde o Gre-Nal do dia 20 de outubro. Já são mais de 9 horas sem balançar as redes.