icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/06/2014
08:07

Nesta quarta-feira, o Palmeiras de Ricardo Gareca passa por seu primeiro teste. Ainda que longe do nível dos rivais do Brasileirão, o time faz em Atibaia (SP) um jogo-treino ante o Barueri, às 16h. Serão três partidas deste tipo: além do trabalho desta quarta, no sábado o Alviverde pega o São Caetano, e na próxima semana o Atibaia, time da cidade. Todos os testes serão no retiro da equipe no interior.

São apenas dez dias de trabalho, mas o treinador já começou a esboçar o time enquanto os reforços Fernando Tobio e Pablo Mouche não se apresentam (a diretoria aguarda as respectivas liberações de seus clubes para anunciá-los).

Com Alberto Valentim trabalhando interinamente depois da saída de Gilson Kleina, o Verdão passou a jogar no 4-3-3, e jogadores como Marquinhos Gabriel e Diogo ganharam espaço no ataque.

Destes, o ex-jogador da Portuguesa foi quem se destacou mais, com boas atuações sob o comando do atual auxiliar técnico. Ainda assim, agora sob as ordens de El Flaco, a dupla deixou a equipe titular nas primeiras movimentações.

O argentino escalou em seu primeiro coletivo a equipe no 4-4-2, esquema com o qual ele está acostumado e usou muito em seus quatro anos de Vélez Sarsfield (ARG).


Na contramão da dupla em “queda”, alguns jogadores já tiveram chances com o comandante. Josimar, tido como um jogador excelente pelo ex-técnico Gilson Kleina, voltou a ser utilizado por Gareca nas primeiras movimentações. Ele formou em treino coletivo o trio de volantes com Renato e Wesley.

Ainda no meio-campo, Mazinho foi o selecionado pelo comandante para a armação, muito por conta do trabalho de recondicionamento físico feito por Mendieta, e por Valdivia estar fora com a seleção chilena. Ainda assim, o camisa 27, então esquecido, ganhou a disputa de outros reservas, como Felipe Menezes, titular na última partida antes da parada, e Bernardo, recém-contratado e em luta para entrar em forma física.

Caso não seja vendido após o Mundial, o Mago retomará a vaga no meio-campo e Fernando Prass, no gol, volta depois de se recuperar da operação no cotovelo direito, apesar do bom momento de Fábio na meta.

Além deles, os gringos devem forçar ao menos mais duas mudanças na equipe palmeirense. Ainda está longe de pronto, mas o protótipo do Palmeiras de Gareca já começou.