icons.title signature.placeholder Rafael Valesi
27/02/2015
03:00


Gabriel Medina iniciará 2015 como o surfista a ser batido no circuito mundial de surfe. Com o título conquistado em 2014, o paulista será a "caça" nas baterias disputadas pelo mundo, e cinco concorrentes estrangeiros pintam como os "caçadores".

A lenda Kelly Slater, o tricampeão Mick Fanning, a promessa John John Florence, o experiente Joel Parkinson e o "azarão" Michel Bourez estão entre os candidatos a estragar a festa verde e amarela em 2015 na rebatizada Liga Mundial de Surfe (WSL, em inglês). Se vale como consolo, o campeão mundial não foi eliminado por nenhum deles no ano passado (veja lista abaixo).

Outros nomes não podem ser descartados, como o brasileiro Adriano de Souza, e o sul-africano Jordy Smith. Mas tudo leva a crer que Medina concorrerá pela taça com os cinco surfistas acima relacionados.

Veja abaixo por que Slater, Fanning, Florence, Parkinson e Bourez devem ser olhados por Medina com muito cuidado em seu retrovisor.

Mick Fanning
É uma das mais sérias ameaças ao bicampeonato mundial de Gabriel Medina. O australiano é tricampeão mundial, e vem de um vice-campeonato. Em 2014, assim como Slater, também lutou pelo título até a perna derradeira do antigo WCT, no Havaí. Fez uma boa temporada no ano passado ao ser o maior vencedor de etapas ao lado de Medina, com três triunfos.

Kelly Slater
Apesar de ter completado 43 anos neste mês (no dia 11), a lenda do surfe continua em ótima forma. No ano passado, o americano lutou por seu 12º título mundial até a última etapa, em Pipeline, e acabou terminando o ano na quarta colocação. É o mais velho do circuito, mas o talento segue o mesmo e o físico ainda o mantém entre os melhores. Fica de alerta o fato dele não ter vencido uma etapa sequer em 2014.

John John Florence
O havaiano de 22 anos é um dos talentos da nova geração do surfe e apontado por especialistas como futuro campeão mundial por seu estilo arrojado. Ficou em terceiro lugar na classificação final de 2014, e tem duas vitórias na primeira divisão em quatro temporadas disputadas. Não seria nada surpreendente se este rótulo de "futuro campeão mundial" se confirmasse em 2015.

Joel Parkinson
O australiano de 33 anos vem em decadência no circuito mundial, é verdade, mas não pode ser descartado da corrida pelo título. Afinal, não faz muito tempo, mais exatamente em 2012, ele ergueu o caneco de campeão do WCT. Parkinson terminou 2014 em sexto lugar, e não conquistou uma vitória sequer nas 11 etapas realizadas. Como consolo, Slater também não venceu no ano passado.

Michel Bourez
O taitiano de 29 anos sempre fez parte do pelotão intermediário do circuito mundial de surfe, mas evoluiu em 2014 e fez sua melhor temporada. Ganhou duas etapas no ano passado, sendo uma delas no Rio de Janeiro. Acabou o campeonato em quinto lugar. Corre por fora para ser o campeão da nova WSL.

Veja quem foram os surfistas que eliminaram Gabriel Medina nas etapas do antigo WCT em 2014
Margaret River (AUS) - Josh Kerr (quartas de final)
Bells Beach (AUS) - Adriano de Souza (5ª rodada)
Rio de Janeiro (BRA) - Travis Logie (3ª rodada)
Jeffreys Bay (AFS) - Owen Wright (quartas de final)
Trestles (EUA) - Adrian Buchan (quartas de final)
Landes (FRA) - Josh Kerr (quartas de final)
Peniche (POR) - Brett Simpson (3ª rodada)
Pipeline (HAV) - Julian Wilson (Final)