icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/07/2014
23:53

O Vasco derrotou a Ponte Preta na noite desta quarta-feira, por 2 a 0, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), e garantiu uma boa vontagem para o jogo da volta da terceira fase da Copa do Brasil. Os gols, marcados na segunda etapa, foram anotados por Diego Renan e Thalles.

Com a vitória, o Vasco quebrou um tabu de oito anos sem vitórias no Moisés Lucarelli. O último triunfo havia sido no dia 23 de abril de 2006, por 2 a 1, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. Além disso, o Cruz-Maltino poderá perder por até um gol de diferença no jogo de volta, na próxima quarta-feira, em São Januário, que garantirá a vaga nas oitavas de final da competição. Antes disso, entretanto, a equipes voltam a se enfentar em Campinas, neste sábado, mas pela Série B do Brasileiro.

CHANCE DESPERDIÇADA

O jogo começou bastante movimentando. Logo aos cinco minutos, Douglas fez lançamento para Thalles na área, a defesa da Ponte cortou mal e a bola sobrou para o atacante, de frente para o goleiro Roberto. Porém, o vascaíno, de forma inacreditável, chutou para fora.

A partir da chance perdida por Thalles, o jogo de arrastou de forma sonolenta até os 27, quando Adrianinho assutou o goleiro Martin Silva em cobrança de falta. Apesar de estar jogando fora dos seus domínios, o Vasco ficava mais com a bola no pé. Porém, errava muito no chamado último passe e criava pouco.

Aos 30, a Ponte Preta perdeu mais uma chance. Juninho cruzou, Alexandro matou a bola e tentou tocar por cima de Martin Silva, mas a bola foi para fora. Seria um golaço. Este foi o último lance de perigo do primeiro tempo.

ETAPA DO TUDO OU NADA

Insatisfeitas com o placar parado, as duas equipes voltaram com uma postura mais ofensiva no segundo tempo e foram para o tudo ou nada. E os donos da casa começaram melhor. Logo aos três minutos, Alef levantou bonito na área e Edno tocou por cima de Martin Silva. Quase o primeiro.

Após passar por mais um susto, Adilson mandou o time ir para cima. E aos 10 minutos, deu certo. Douglas fez um lindo lançamento para Diego Renan, que dominou e bateu cruzado, sem chances para Roberto.

Thalles mostrou oportunismo no segundo gol vascaíno (Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)

O Vasco não parou após o primeiro gol e, seis minutos depois, Thalles garantiu a vantagem do Cruz-Maltino no confronto. Kléber soltou uma bomba de fora de área, o goleiro Roberto deu rebote e, com oportunismo, Thalles balançou a rede da Ponte.

Com a vantagem, o Vasco passou a administrar o resultado e a Ponte, com sinais de cansaço, nada pode fazer.

PONTE PRETA 0 X 2 VASCO

Local: Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
Data-hora: 23/7/2014, às 22h (horário de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG-Fifa)
Auxiliares: Janette M. Arcanjo (MG-Fifa) e Pablo A. Costa (MG)
Cartões amarelos: Juninho, Raphael Silva e Adilson Goiano (PON)
Cartões vermelhos: -

Gols: Diego Renan (10'/2ºT) , Thalles (16'/2ºT)

PONTE PRETA: Roberto, Daniel Borges, Raphael Silva, Luan e Magal; Adilson Goiano, Juninho, Alef e Adrianinho; Edno (Rossi - 26'/2ºT) e Alexandro (Raphael Costa - 15'/2ºT) - Técnico: Parraga.

VASCO: Martin Silva, Carlos César (André Rocha - 12'/2ºT), Luan, Douglas Silva e Diego Renan; Guiñazú, Aranda, Fabrício e Douglas (Dakson - 28'/2ºT); Kléber e Thalles (Yago - 22'/2ºT) - Técnico: Adilson Batista.