icons.title signature.placeholder Bruno Braz e Igor Siqueira
icons.title signature.placeholder Bruno Braz e Igor Siqueira
16/07/2013
21:16

O Vasco pode anunciar oficialmente um novo patrocinador nesta quarta-feira. Trata-se da montadora de automóveis japonesa Nissan, que estampará sua marca nas costas da camisa cruz-maltina. O acordo, que renderá cerca de R$ 8 milhões ao clube, já estava muito bem encaminhado, restando apenas a assinatura dos contratos.

– A Nissan vocês (jornalistas) terão uma surpresa mais rápida ainda. Já está tudo praticamente fechado e vamos estar oficializando isso possivelmente nesta quarta (hoje) – declarou o presidente Roberto Dinamite, na saída da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj).

Contribuiu bastante para a parceria o governador do Estado, Sérgio Cabral, e o prefeito da cidade, Eduardo Paes, ambos vascaínos. A montadora japonesa está abrindo uma fábrica no Brasil e fará um investimento pesado em publicidade no país.

Patrocínio da Caixa foi pontual

Embora tenha utilizado em sua camisa a logo da Caixa Econômica Federal no clássico com o Flamengo, o Vasco ainda não oficializou a parceria com o banco estatal. A exposição da marca no último domingo foi uma ação pontual, já que o clube ainda não obteve as certidões negativas de débito. Justamente por isso, os jogadores, no retorno às atividades nesta terça em São Januário, usaram uniformes de treino sem o patrocínio.

- Colocamos a Caixa porque acreditamos que as coisas vão estar acontecendo - disse Dinamite.

Somente após o acordo com a Fazenda Nacional, o Gigante da Colina utilizará fixamente por um ano a logo da Caixa. O anúncio das certidões, porém, deverá acontecer dentro dos próximos dez dias, já que restam apenas pequenas questões burocráticas.

O patrocínio com a Caixa Econômica Federal renderá cerca de R$ 20 milhões ao Vasco.

O Vasco pode anunciar oficialmente um novo patrocinador nesta quarta-feira. Trata-se da montadora de automóveis japonesa Nissan, que estampará sua marca nas costas da camisa cruz-maltina. O acordo, que renderá cerca de R$ 8 milhões ao clube, já estava muito bem encaminhado, restando apenas a assinatura dos contratos.

– A Nissan vocês (jornalistas) terão uma surpresa mais rápida ainda. Já está tudo praticamente fechado e vamos estar oficializando isso possivelmente nesta quarta (hoje) – declarou o presidente Roberto Dinamite, na saída da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj).

Contribuiu bastante para a parceria o governador do Estado, Sérgio Cabral, e o prefeito da cidade, Eduardo Paes, ambos vascaínos. A montadora japonesa está abrindo uma fábrica no Brasil e fará um investimento pesado em publicidade no país.

Patrocínio da Caixa foi pontual

Embora tenha utilizado em sua camisa a logo da Caixa Econômica Federal no clássico com o Flamengo, o Vasco ainda não oficializou a parceria com o banco estatal. A exposição da marca no último domingo foi uma ação pontual, já que o clube ainda não obteve as certidões negativas de débito. Justamente por isso, os jogadores, no retorno às atividades nesta terça em São Januário, usaram uniformes de treino sem o patrocínio.

- Colocamos a Caixa porque acreditamos que as coisas vão estar acontecendo - disse Dinamite.

Somente após o acordo com a Fazenda Nacional, o Gigante da Colina utilizará fixamente por um ano a logo da Caixa. O anúncio das certidões, porém, deverá acontecer dentro dos próximos dez dias, já que restam apenas pequenas questões burocráticas.

O patrocínio com a Caixa Econômica Federal renderá cerca de R$ 20 milhões ao Vasco.