icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/03/2014
15:16

O jurídico do Vasco conseguiu, através de liminar no Tribunal Regional do Trabalho, recuperar os direitos federativos do meia Matheus Índio, de 18 anos. A decisão foi do desembargador José Antônio Teixeira da Silva, da 1ª Região do Rio de Janeiro. CBF e Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) já foram notificadas e o nome do jogador já aparece vinculado ao Cruz-Maltino nos sites das respectivas entidades.

A jovem promessa do Vasco havia obtido a rescisão de contrato na Justiça, em novembro de 2013. Os representantes do jogador alegavam atraso no recolhimento do FGTS, e conseguiram um mandado de segurança para romper o vínculo com o time de São Januário.

No entanto, o clube, por meio de contracheques, negou que o imbróglio fizesse com que a rescisão fosse indireta, pois era inferior a três meses. Após vitória na justiça, Índio chegou a acertar com a Penapolense, do interior de São Paulo, entretanto, o clube paulista foi notificado pelo Vasco sobre uma possível punição caso houvesse reviravolta na situação.

Confira abaixo a decisão do desembarcador:

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)