icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira
25/02/2015
06:00

O Vasco espera resolver nas próximas semanas a situação dos patrocinadores. A renovação do contrato com a Caixa Econômica Federal, que ocupa o espaço principal da camisa, é visto como bem encaminhado em São Januário. Já a situação com a Tron é diferente. A empresa de guaraná natural ainda analisa se vai manter o investimento no futebol, em 2015.

No início deste mês, após a reforma ministerial ocorrida em janeiro, a Caixa anunciou que seguiria no futebol. O Vasco, então, enviou os documentos necessários para a renovação, e obteve uma resposta positiva. Da parte do clube, está tudo certo com a Fazenda Nacional, o que é necessário para a renovação.

Para finalizar o acordo, resta a definição pelo valor. Há um entrave no que se refere ao contrato anterior, que foi de R$ 15 milhões, por dez meses. A Caixa não quer aumentar o patrocínio de nenhum clube, mas como desta vez o vínculo deve ser de um ano, a expectativa é por um aumento proporcional. Neste caso, iria para R$ 18 milhões por 12 meses. As partes ainda discutem este ponto.

Com a Tron, que ocupa a manga da camisa, o Vasco tem contrato até sábado. A diretoria conversa constantemente com a empresa e aguarda a definição pela manutenção ou não do investimento no futebol, muito pela força da concorrente no mercado. Se a decisão for por continuar, a parceria deve ser mantida. O último contrato foi de R$ 4 milhões por um ano. Os valores para um novo vínculo não foram discutidos.