icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira
04/11/2014
05:50

A reunião da última segunda-feira entre os representantes poderes do Vasco - Roberto Dinamite (Administrativo), Abílio Borges (Assembleia Geral e Deliberativo), Eurico Miranda (Beneméritos) e Hélio Donin (Fiscal) - terminou com uma importante decisão sobre a utilização do empréstimo de R$ 9 milhões junto ao BMG. Ao invés de utilizar para pagar as Certidões Negativas de Débito, a diretoria vai direcionar esta quantia para quitar os dois salários atrasados do clube (agosto e setembro), ficando em dia até o próximo dia 20.

Segundo o LANCE!Net apurou, o Cruz-Maltino vai esperar até dezembro para tentar pagar as CNDs e conseguir a renovação com a Caixa Econômica Federal, atual patrocinadora master do clube. Recentemente, a CEF deu mais 30 dias para a diretoria fazer o pagamento dos impostos atrasados e receber a última parcela do contrato com o banco. A diretoria, porém, já foi avisada que o banco mudará algumas ações em 2015.

Atualmente, o Vasco está com quase oito meses de salário atrasado nos esportes amadores e deve até a ajuda de custos na categoria de base. No futebol profissional, o terceiro mês completa na sexa-feira. Se o destino do empréstimo não for este, o clube pode perder jogadores através da Justiça.

Na última segunda-feira, durante a última convenção da chapa antes da eleição marcada para terça-feira que vem, o ex-presidente e candidato ao pleito, Eurico Miranda, falou sobre a reunião entre os poderes da qual havia acabado de participar.

- Vim direto de uma reunião que discutiu a situação horrível que o Vasco se encontra, financeiramente falando. Oito meses de base atrasado, água do carro pipa para pagar, não sei o que da grama, quase três meses de salário atrasado no futebol. Nem papel higiênico tem nos banheiros - comentou o ex-presidente.

Lembrando que na próxima terça tem eleição presidencial do Vasco. Quatro candidatos estão na disputa: Eurico Miranda (Volta Vasco, Volta Eurico), Julio Brant (Sempre Vasco), Marcio Santos (Vanguarda Vascaína) e Roberto Monteiro (Identidade Vasco).

Atualizada às 12h25.