icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/06/2014
15:32

Perder sete finais seguidas para o Flamengo desde 1988 deixa irado o vascaíno fanático Carlos Sardinha. No entanto, pior do que isso, para ele, é não poder desabafar o sofrimento da forma que gostaria nos sites de notícias e nem poder cornetar, como gostaria, os adversários em cada bom triunfo do Cruz-Maltino. É que ele sempre é barrado nos moderadores dos comentários.

- Eu sou daqueles torcedores que gostam de comentar os resultados e as notícias. Sempre tento comentar, para me divertir, mas na maioria das vezes meu comentário não passa. Isso me deixa p... - explica.

Mesmo sabendo que a moderação é feita por computador, ele brinca dizendo que a implicância é com ele.

- Um vez alguém escreveu um comentário com mais de cem números para cornetar o Corinthians. Eu copiei, colei e só troquei o Corinthians por Flamengo e fui barrado. Acho que o negócio é comigo e que esses moderadores são todos flamenguistas – brinca.

Fora essa “briga” virtual, Carlos tem outras pendengas com rubro-negros. Taxista no Rio de Janeiro, ele precisa passar em frente à Gávea constantemente. A solução é virar o rosto para não ver o escudo do Flamengo.

- Também não pego corrida quando vejo alguém com a camisa do Flamengo. Não pego mesmo. Prefiro perder dinheiro – finaliza.