icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/07/2013
18:41

Com a vantagem de poder ser derrotado por até um gol de diferença para avançar às oitavas de final da Copa do Brasil, o Internacional visita o América-MG, na noite desta quarta-feira, a partir das 21h50, na Arena Independência, no segundo duelo entre as duas equipes, válido pela terceira fase da competição.

O Colorado venceu o primeiro jogo, de virada, por 3 a 1, na última quarta, em Caxias do Sul. Até mesmo um revés por dois gols classifica o Inter, desde que os comandados de Dunga marquem ao menos dois gols (4 a 2, 5 a 3 e assim por diante). Para seguir na Copa do Brasil, o Coelho precisa de uma vitória por 2 a 0 ou por três gols de diferença diante de sua torcida. Caso devolva o placar, a vaga vai para a disputa de pênaltis.

E para seguir na competição, o time do América está praticamente definido. A única dúvida do técnico Paulo Comelli está no ataque. Nikão ainda se recupera de uma pancada sofrida no joelho direito contra o Bragantino - no último sábado, pela Série B, - e, caso não esteja 100%, será substituído pelo experiente Fábio Júnior.

A certeza no América-MG está no meio de campo. O volante Doriva, que não enfrentou o Bragantino, em razão de uma torção no tornozelo esquerdo - sofrida exatamente contra o Inter - volta ao time titular na vaga de Kleber, que não pode defender o Coelho, pois já atuou na competição pelo São Bernardo (SP).

Eliminar o Internacional garantirá ao América a repetição da sua melhor campanha na Copa do Brasil. Em 1998, o Coelho avançou às oitavas de final da competição exatamente após eliminar o Colorado. Na sequência, coube ao Sport ser o algoz americano.

DUNGA SEGUE FAZENDO MISTÉRIO NO INTERNACIONAL

O treino do Internacional da manhã desta terça-feira, realizado na Gávea, não confirmou o time que enfrentará o América. Dunga ainda faz mistério, já que aguarda pela situação do lateral-esquerdo Fabrício, que tem sido utilizado no meio de campo. Com um desconforto muscular, ele ainda é dúvida para o jogo.

O volante Willians, novamente regularizado como jogador do Inter, tem retorno garantido ao meio de campo. A dúvida de Dunga na composição do meio é na parte da criação. Caso Fabrício possa atuar, a tendência é que ele faça companhia a D'Alessandro na criação das jogadas - Jorge Henrique é a outra opção.

O trunfo do Colorado para confirmar a sua classificação na Copa do Brasil está na sua dupla D'Alessandro e Forlán, os artilheiros do Internacional na temporada. O camisa 10 já soma nove gols - um a mais que Leandro Damião -, enquanto que o uruguaio é, com 16, o goleador colorado em 2013.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG X INTERNACIONAL

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Data/hora: 17/7/2013 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Luiz H. Souza Santos Renesto (PR)

AMÉRICA-MG: Matehus, Leandro Silva, Gualberto, Vitor Hugo e Danilo; Claudinei, Andrei Girotto, Doriva e Rodriguinho; Willians e Fábio Júnior (Nikão) – Técnico: Paulo Comelli.

INTERNACIONAL: Muriel, Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Willians, Josimar, Fabrício (Jorge Henrique) e D'Alessandro; Forlán e Rafael Moura – Técnico: Dunga.

Com a vantagem de poder ser derrotado por até um gol de diferença para avançar às oitavas de final da Copa do Brasil, o Internacional visita o América-MG, na noite desta quarta-feira, a partir das 21h50, na Arena Independência, no segundo duelo entre as duas equipes, válido pela terceira fase da competição.

O Colorado venceu o primeiro jogo, de virada, por 3 a 1, na última quarta, em Caxias do Sul. Até mesmo um revés por dois gols classifica o Inter, desde que os comandados de Dunga marquem ao menos dois gols (4 a 2, 5 a 3 e assim por diante). Para seguir na Copa do Brasil, o Coelho precisa de uma vitória por 2 a 0 ou por três gols de diferença diante de sua torcida. Caso devolva o placar, a vaga vai para a disputa de pênaltis.

E para seguir na competição, o time do América está praticamente definido. A única dúvida do técnico Paulo Comelli está no ataque. Nikão ainda se recupera de uma pancada sofrida no joelho direito contra o Bragantino - no último sábado, pela Série B, - e, caso não esteja 100%, será substituído pelo experiente Fábio Júnior.

A certeza no América-MG está no meio de campo. O volante Doriva, que não enfrentou o Bragantino, em razão de uma torção no tornozelo esquerdo - sofrida exatamente contra o Inter - volta ao time titular na vaga de Kleber, que não pode defender o Coelho, pois já atuou na competição pelo São Bernardo (SP).

Eliminar o Internacional garantirá ao América a repetição da sua melhor campanha na Copa do Brasil. Em 1998, o Coelho avançou às oitavas de final da competição exatamente após eliminar o Colorado. Na sequência, coube ao Sport ser o algoz americano.

DUNGA SEGUE FAZENDO MISTÉRIO NO INTERNACIONAL

O treino do Internacional da manhã desta terça-feira, realizado na Gávea, não confirmou o time que enfrentará o América. Dunga ainda faz mistério, já que aguarda pela situação do lateral-esquerdo Fabrício, que tem sido utilizado no meio de campo. Com um desconforto muscular, ele ainda é dúvida para o jogo.

O volante Willians, novamente regularizado como jogador do Inter, tem retorno garantido ao meio de campo. A dúvida de Dunga na composição do meio é na parte da criação. Caso Fabrício possa atuar, a tendência é que ele faça companhia a D'Alessandro na criação das jogadas - Jorge Henrique é a outra opção.

O trunfo do Colorado para confirmar a sua classificação na Copa do Brasil está na sua dupla D'Alessandro e Forlán, os artilheiros do Internacional na temporada. O camisa 10 já soma nove gols - um a mais que Leandro Damião -, enquanto que o uruguaio é, com 16, o goleador colorado em 2013.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG X INTERNACIONAL

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Data/hora: 17/7/2013 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Luiz H. Souza Santos Renesto (PR)

AMÉRICA-MG: Matehus, Leandro Silva, Gualberto, Vitor Hugo e Danilo; Claudinei, Andrei Girotto, Doriva e Rodriguinho; Willians e Fábio Júnior (Nikão) – Técnico: Paulo Comelli.

INTERNACIONAL: Muriel, Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Willians, Josimar, Fabrício (Jorge Henrique) e D'Alessandro; Forlán e Rafael Moura – Técnico: Dunga.