icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
02/06/2014
16:45

O Palmeiras ganhou um concorrente de peso na busca pelo atacante Lucas Pratto, do Vélez Sarsfield (ARG). O Valencia (ESP) se dispõe a comprar 100% dos direitos econômicos do jogador, como exige o clube argentino, e fez proposta - já recusada - de 4,5 milhões de euros (R$ 13,8 milhões). Uma nova investida deve ser feita em breve.

O estafe de Pratto acredita que o Verdão conseguirá contratá-lo se oferecer quantia igual à dos espanhóis, mesmo que Miguel Calello, presidente do Vélez, diga que o preço é 5 milhões de euros (R$ 15,4 milhões). O motivo: o centroavante, cujo contrato só vence em 2016, quer jogar no Palmeiras.

O clube brasileiro enviou um fax oferecendo 2,5 milhões de euros (R$ 7,7 milhões) por 50% dos direitos. Além da resposta negativa, ouviu que a negociação só sairá se a oferta for por 100% e que o ideal seria uma reunião presencial. O presidente Paulo Nobre busca investidores para aumentar o montante.

Confira os gols de Lucas Pratto, possível reforço do Verdão

O atacante de 25 anos, um dos melhores da posição em seu país, tem o desejo de trabalhar novamente com Ricardo Gareca. O clube paulista já estava tentando contratá-lo para substituir Alan Kardec quando o técnico era Gilson Kleina, mas a chegada de El Flaco, com quem trabalhou no Vélez, o deixou animado.

O técnico do Valencia também é argentino: Juan Antonio Pizzi, que até o ano passado dirigia o San Lorenzo (ARG) e acompanhava de perto o destaque de Pratto.

O zagueiro Fernando Tobio, também do Vélez, foi indicado pelo novo comandante alviverde e também manifestou aos seus representantes o desejo de jogar no clube. Uma reunião entre a diretoria do clube e seu agente, na sexta passada, encaminhou o acerto. A situação é bem mais simples: ele ficará livre em 30 de junho, quando termina o contrato, e depende apenas de acerto salarial.