icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/11/2014
10:24

Vale a permanência no G4 para o Internacional e a possibilidade de retorno ao grupo dos quatro melhores do Campeonato Brasileiro para o Grêmio. Mas o Gre-Nal de hoje, o de número 403 da história e válido pela 33ª rodada da competição, não está restrito apenas a este fato. A partir das 17h (de Brasília), o Tricolor tentará, na Arena, acabar com um jejum de nove jogos sem derrotar o maior rival. O trunfo colorado reside em dois carrascos gremistas: D'Alessandro e Nilmar. Sobrará emoção quando a bola rolar em Porto Alegre. O LANCE!Net transmitirá o duelo em tempo real.

O Grêmio viu o Inter tomar para si o protagonismo do estado desde 2006. O Colorado virou o "Campeão de Tudo" e, neste ano, alcançou o tetracampeonato gaúcho, só aumentando a recente superioridade. A última vitória do Grêmio aconteceu no dia 26 de agosto de 2012, no derradeiro Gre-Nal do Beira-Rio, já apelidado de "Coliseu", antes da reforma. Elano garantiu o 1 a 0, em jogo do Brasileirão. Desde então, foram nove jogos, com cinco vitórias coloradas e quatro empates – veja os detalhes abaixo.

Felipão havia dito que este Gre-Nal seria apenas "mais um jogo", mas mudou de opinião, embora tenha deixado transparecer que o jejum não pode ser um empecilho.

– Os mais jovens, os mais velhos, eles sabem como é o Gre-Nal. Se perdemos o Gre-Nal, como perdemos quando cheguei ou outro há um ou dois anos, não interessa. O objetivo é conquistar a vitória neste domingo – disse.

O Inter se apoia na dupla D’Alessandro e Nilmar, que somam 14 gols em Gre-Nais, sendo que o Colorado não perde quando o camisa 10 marca (saiba mais abaixo).

– Vamos jogar contra uma grande equipe, um grande treinador e com uma torcida que vai apoiar do começo até o fim – afirmou Abel.

Fim do jejum ou manutenção da freguesia? Façam suas apostas.

O JEJUM GREMISTA
O Grêmio enfrenta uma sequência de nove jogos sem vencer o Internacional, com cinco derrotas e quatro empates. Foram cinco jogos no Gauchão e quatro no Brasileirão. O Inter marcou 16 gols, contra oito do rival.

ARENA E FÁBIO KOFF
Neste jejum o Grêmio ainda não venceu na Arena (dois empates e uma derrota). Fábio Koff, presidente mais vitorioso da história do clube, pode se despedir do terceiro mandato sem vitórias (cinco derrotas e três empates). 

O 'FATOR' D'ALESSANDRO
O capitão e camisa 10 colorado é o maior goleador do clássico nos anos 2000, com oito gols em 23 clássicos desde 2008. E quando ele marca, o Colorado não perde no Gre-Nal. São seis vitórias e dois empates. D’Ale é o "Senhor Gre-Nal".

A VOLTA DE NILMAR
Com seis gols, Nilmar divide a vice-artilharia em Gre-Nais desde 2000 com Índio, ainda no Inter, e Leandro Damião, hoje no Santos. E ele, que volta a disputar o clássico, soma seis vitórias, quatro empates e só duas derrotas em 12 jogos.

OS NÚMEROS DO GRE-NAL
O Internacional soma 152 vitórias no clássico. Já o Grêmio triunfou 125 vezes diante do rival. Ainda aconteceram 125 empates nos 402 Gre-Nais já disputados.