icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
24/07/2013
11:03

Com dois jogos decisivos para disputar em casa nas próximas rodadas, contra Atlético-PR e Criciúma, a Portuguesa segue na luta para deixar a zona de rebaixamento do Campeoanato Brasileiro.

Um dos líderes da Portuguesa dentro de campo, o capitão Valdormiro, comentou esta sequência da Lusa no campeonato, e avaliou o papel dos jogadores e da torcida.

- Sempre encaro cada jogo como uma final. O de sábado é importante, mas também não é o último. Nós jogadores precisamos unir forças com o torcedores para superamos todas as dificuldades deste ano, que é complicado para o clube. Presidente e diretores não entram em campo. Nós é que precisamos reverter essa situação.

O zagueiro também apontou o caminho para o Rubro-verde sair da situação de risco, além de comentar sobre a facilidade com que os adversários fazem cruzamentos para a área da Lusa.

- Nada melhor do que a conversa doa dia a dia para corrigir todos os erros. A série A é um campeonato qualificados e precisamos estar atentos com as descidas dos adversários. As derrotas nos ensinam e vamos corrigir essa falha, afirmou.

Dentro do Z-4, a Lusa volta à campo no domingo, e terá dois jogos com dois adversários diretos contra a "degola". Atlético-PR e Criciúma visitarão o Rubro-verde no Canindé no domingo e na quarta-feira, respectivamente.

Com dois jogos decisivos para disputar em casa nas próximas rodadas, contra Atlético-PR e Criciúma, a Portuguesa segue na luta para deixar a zona de rebaixamento do Campeoanato Brasileiro.

Um dos líderes da Portuguesa dentro de campo, o capitão Valdormiro, comentou esta sequência da Lusa no campeonato, e avaliou o papel dos jogadores e da torcida.

- Sempre encaro cada jogo como uma final. O de sábado é importante, mas também não é o último. Nós jogadores precisamos unir forças com o torcedores para superamos todas as dificuldades deste ano, que é complicado para o clube. Presidente e diretores não entram em campo. Nós é que precisamos reverter essa situação.

O zagueiro também apontou o caminho para o Rubro-verde sair da situação de risco, além de comentar sobre a facilidade com que os adversários fazem cruzamentos para a área da Lusa.

- Nada melhor do que a conversa doa dia a dia para corrigir todos os erros. A série A é um campeonato qualificados e precisamos estar atentos com as descidas dos adversários. As derrotas nos ensinam e vamos corrigir essa falha, afirmou.

Dentro do Z-4, a Lusa volta à campo no domingo, e terá dois jogos com dois adversários diretos contra a "degola". Atlético-PR e Criciúma visitarão o Rubro-verde no Canindé no domingo e na quarta-feira, respectivamente.