icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/03/2014
18:15

Dois dos principais personagens envolvidos na Copa do Mundo que será disputada no Brasil se pronunciaram sobre a morte do operário Fabio Hamilton da Cruz, que trabalhava nas obras das arquibancadas provisórias da Arena Corinthians na manhã deste sábado - terceira desde o início da obra em Itaquera, em meados de 2011.

Por meio de seu perfil no Twitter, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, lamentou a morte do operário no estádio corintiano.

- Muito triste com a morte trágica do operário hoje na Arena de São Paulo. Meus sentimentos à família e aos amigos - escreveu Valcke em seu miniblog.

Já o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, divulgou uma nota oficial:

"O Ministério do Esporte registra seu profundo pesar pela morte do operário Fabio Hamilton da Cruz, em decorrência do acidente ocorrido neste sábado (29.03) na Arena Corinthians, e expressa toda solidariedade a seus familiares e amigos. Aguarda a apuração das circunstâncias e a determinação das responsabilidades pelo acidente", disse a nota.

Fabio Hamilton da Cruz foi a terceira vítima fatal na Arena Corinthians. Em novembro do ano passado, Fábio Luiz Pereira, de 42 anos, e Ronaldo Oliveira dos Santos, de 44 anos, morreram após a queda de um guindaste.

O estádio do Corinthians, que será palco de abertura da Copa do Mundo, está em fase final de conclusão.