icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2013
17:36

Agora que Diego Costa acertou mesmo que vai defender a seleção espanhola, tem outra preocupação: a concorrência. Como Vicente del Bosque gosta de mexer bastante o time, até jogadores de meio-campo, como Isco e Fàbregas tornam "ameaças" para a posição do jogador do Atlético de Madrid. Mas só de cara, ele deve vencer meias e atacantes que vêm pelos lados. Ou seja: David Silva, David Villa, Pedro, Navas e Tello.

Mas como normalmente a Espanha joga no 4-3-3, sendo um centroavante e dois homens pelos lados, na teoria, esses jogadores brigam por duas vagas, e Diego Costa pode acabar se dando bem. O problema é se Vicente del Bosque começar a mexer no time.

Na função de jogador caindo pela esquerda, até Iniesta já jogou. E bem. Como homens de meio também podem entrar nessa, transformando o sistema em um 4-5-1, já para colocar nesta briga pela vaga outros nomes Mata, Cazorla, Fàbregas, Isco, Koke...

Caso Diego seja escalado como centroavante, a missão também não é fácil. Negredo vive boa fase tanto na seleção, quanto no Manchester City, e não deve perder a vaga. Pelo menos por enquanto. Soldado, Torres, estrelas de Tottenham e Chelsea, e ambos, principalmente o segundo, contam com prestígio na seleção.

Como última opção, e menos provável, Diego Costa pode jogar como falso 9. Para esta posição, Vicente del Bosque sempre confiou de olhos fechados em Fàbregas, e assim deve continuar fazendo. Isco também já começa a aparecer como candidato a jogar assim no Real Madrid.