icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/02/2015
19:37

Um susto não faz mal. Nesta segunda-feira, fora de casa, o United jogava mal e perdia para o Preston North End por 1 a 0, configurando a segunda eliminação para rivais da Terceira Divisão na mesma temporada. Mas os Diabos Vermelhos lembraram da goleada sofrida para o Milton Keynes Dons na Copa da Liga, acordaram e evitaram outra tragédia. Com o placar de 3 a 1, a equipe enfrentará o Arsenal nas quartas de final da Copa da Inglaterra (FA Cup).

O Manchester United foi um esboço de time nos primeiros 45 minutos. Desorganizado, o time treinado pelo badalado Louis Van Gaal não conseguiu trabalhar a bola e insistiu em lançamentos longos, uma marca de equipes limitadas.

A atuação do Manchester United no primeiro tempo foi digna de pena. Nenhuma chance criada com a técnica dos astros e apenas jogadas desencontradas no ataque.

O Preston End percebeu que não seria difícil fazer uma graça e partiu para cima sem medo de ser feliz. Laird entrou na área e bateu cruzado. A bola bateu em Valencia, enganou De Gea e entrou.

O gol e a saída do perdido Falcao García acordaram o Manchester United. Uma nova tragédia não caberia mais numa única temporada. Com mais capricho, mas sem deixar a vontade de lado, os Red Devils conseguiram a virada, sem demorar muito. Herrera e Fellaini, em jogadas de insistência, mudaram o placar.

Com mais tranquilidade, Rooney cavou pênalti marcado pelo árbitro. O próprio atacante foi para a cobrança e ampliou o score.