icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/12/2013
22:59

A Unilever teve uma noite difícil nesta terça-feira, mas conseguiu somar três pontos na Superliga Feminina. Após abrir 2 a 0 diante do Sesi-SP, as comandadas de Bernardinho presenciaram uma ascensão das rivais e por pouco não viram a partida ir para o tie-break. Graças a uma reação no final do quarto set, o time carioca fechou o confronto por 3 a 1, parciais de 21-13, 21-15, 14-21 e 21-18, e recuperou a vice-liderança.

A atual campeã brasileira soma agora 23 pontos, com dois a menos que o líder Molico/Osasco. Já o Sesi piorou sua situação na tabela, ao cair para a décima colocação, com 12.

Numa noite de instabilidade das atacantes, o Troféu VivaVôlei de melhor em quadra ficou com a líbero Fabi. As maiores pontuadoras foram a ponteira Priscila Daroit, com 16 acertos, e a central Carol, com 15.

As equipes voltam a jogar na próxima sexta-feira. Enquanto o time carioca recebe o Brasília Vôlei, às 21h30, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, as paulistas recebem o São Bernardo, às 20h, na Vila Leopoldina.

O JOGO

A Unilever não precisou de muito esforço no início da partida. Bastava passar os saques para o outro lado, já que o ataque inoperante das donas da casa aumentava a estatística de pontos de graça dados às cariocas. Só na reta final do set o Sesi ameaçou entrar no jogo, graças ao bloqueio. No entanto, já era tarde. Neneca arriscou tudo no saque, mas deixou a bola na rede: 13-21.

O Sesi voltou mais motivado para o segundo set. Prova disso eram as cravadas de Fabiana na quadra rival. Mas a recepção, assim como no primeiro set, dificultava o trabalho de Dani Lins. A Unilever não demorou para abrir vantagem, beneficiada por três erros de ataque das paulistas. Talmo, então, mandou Mari Casemiro para quadra no lugar de Suelle, e sua equipe encostou. Mas o time carioca manteve a concentração e, numa diagonal de Mihajlovic, deu números finais ao set: 21-15.

O treinador do Sesi manteve as mudanças para o terceiro set. Além da boa entrada de Mari e Dayse, ele contou com o crescimento de Priscila Daroit. Na Unilever, Juciely e Carol tentavam manter o time na cola, mas uma série de erros prejudicavam a equipe e Bernardinho. O treinador tentou chamar as atletas no tempo técnico, com 14-11 para as rivais, mas as falhas só aumentaram. Completamente perdido em quadra, o time carioca viu a parcial ir embora após Fabi cometer dois toques.

O Sesi começou o quarto set confirmando todas as chances. Com destaque para Dayse, as comandadas de Talmo largaram na frente no placar. Um bloqueio de Carol fez a Unilever empatar, em 11 a 11. Mas só na reta final a equipe carioca retomou a vantagem, com um saque da mesma central, mal controlado por Mari. Após um erro de saque de Neneca e uma invasão de Fabiana, a equipe de Bernardinho comemorou a vitória.