icons.title signature.placeholder Lucas Bachião
06/02/2015
18:36

Dois tradicionais clubes do futebol do interior de São Paulo anunciaram nesta semana que encerraram as suas atividades esportivas e fecharam as portas. União São João e XV de Jaú divulgaram a desistência e optaram por não participar da Segunda Divisão do Paulista deste ano. O motivo, segundo os clubes, a crise financeira que se agravou nos últimos anos.

Por meio de um comunicado no Facebook, a diretoria do União São João lamentou ter que fechar as portas e pediu desculpas aos torcedores. Em uma longa nota na rede social, o Verdão de Araras fez questão de lembrar o rebaixamento do Paulistão de 2005, quando ainda disputava a elite e acabou caindo para a Série A2 em seguida. O clube disparou contra o ex-árbitro Edilson Pereira de Carvalho, que se envolveu no escândalo da máfia do apito no mesmo ano. O União São João afirmou que pode voltar disputar a Segunda Divisão em 2016, mas reforçou que precisa "colocar a casa em ordem."

- Lamentamos, mas esta é a nossa triste realidade. Pedimos desculpas a todos aqueles parceiros que ao longo de nossa trajetória estiveram junto conosco em todos os momentos de alegria e de tristeza, a imprensa (rádio, jornal, TV, internet, etc.), as nossas autoridades, ao povo de Araras e, principalmente, aos nossos torcedores. Até breve, União São João de Araras - publicou o União São João de Araras.

Quem também atravessa o mesmo problema do União São João é o XV de Jaú. De acordo com a cúpula do Galo da Comarca, os problemas financeiros e jurídicos impediram a participação do clube na Segunda Divisão do Paulista. Segundo o presidente Laércio Carneiro, o clube está endividado e não tem renda suficiente para montar o elenco para a Série A3 do Paulista. O XV de Jaú está suspenso pela FPF (Federação Paulista de Futebol), punição imposta por causa de um débito de R$ 110 mil junto à entidade, além da falta de apresentação do balanço financeiro de 2013.

- Foi uma decisão difícil, complicada, porém muito bem pensada e estudada, para não aumentarmos as dívidas. É importante ressaltar que o XV de Jaú pediu licença de disputar o campeonato, e não licença da Federação Paulista de Futebol - disse, em nota através da assessoria de imprensa.

SUCESSOS NOS PASSADOS

Fundado no dia 14 de janeiro de 1981, o União São João de Araras teve o seu auge no futebol brasileiro durante a década de 1990. O clube do interior paulista participou em quatro oportunidades da elite do Brasileirão (1993, 94, 95 e 97), além de conquistas do título da Série B de 1996, Série C de 1988, a Série A2 de 1987 e o Paulista do Interior de 1997.

LEGENDA: Lateral-esquerdo Roberto Carlos começou no União São João nos anos 90 (Foto: Dani Pozo/AFP)

O clube revelou para o futebol o ex-jogador e lateral-esquerdo Roberto Carlos no começo dos anos 90, que brilhou em equipes como Palmeiras, Real Madrid e Seleção Brasileira. Outros atletas que passaram pela equipe de Araras foram: Léo (ex-Santos) e os atacantes Borges (ex-Cruzeiro) e Luan (Palmeiras, cujo vínculo vai até metade de 2016).

Fundado em 15 de novembro de 1924, a equipe de Jaú tem 26 participções na elite do Estadual, sendo a última em 1996. O Galo da Comarca já disputou a elite do Campeonato Brasileiro em duas ocasiões. Os principais títulos do clube são o Paulista do Interior de 1951 e a Série A2 DE 1951 e 1976.

O Galo também revelou grandes jogadores, que se destacaram no cenário nacional como Dino Sani (ex-volante do Santos), Sonny Anderson (ex-atacante do Barcelona), Edmilson (ex-volante da Seleção Brasileira), França (ex-atacante do São Paulo) e Luciano Castán (ex-zagueiro do Corinthians).

LEGENDA: Volante Edmilson começou a carreira no XV de Jaú (Foto: Divulgação/Ketchum Estratégia)