icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/03/2014
16:19

A União Europeia quer fiscalizar o projeto de remodelação do Estádio Santiago Bernabéu e apresentar, no prazo de um mês, o resultado das investigações. O organismo, por intermédio de uma carta publicada em seu jornal oficial, desconfia de que o Real Madrid tenha sido beneficiado pelo Município de Madri, fruto de um exagero na valorização na troca das terras envolvendo o clube merengue e a prefeitura.

E MAIS

HOME: Veja as últimas notícias do futebol internacional
Técnico do Real Madrid fica surpreso com pedido de Di María

Em 1998, o Real Madrid cedeu 30 mil metros quadrados do Centro de Treinamentos. Em troca, recebeu dois terrenos. Em 2003, a Câmara Municipal considerou que não poderia doar aquela terra a uma entidade privada e, por isso, deveria recompensar o clube.

Apenas em 2011, as partes chegaram a uma compensação, no entanto, o valor já tinha aumentado em 3.700%. Para a UE, o governo espanhol tem a obrigação de reaver os valores do beneficiário, no caso, o Real Madrid.

Caso a suspeita seja confirmada, o novo Santiago Bernabéu corre o risco de não sair do papel.