icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
17:57

Adalberto Baptista não é mais diretor de futebol do São Paulo. O dirigente entregou uma carta de demissão na tarde desta quinta-feira e deixa também de ser o responsável pelas categorias de base do clube. Por enquanto, João Paulo de Jesus Lopes, vice de futebol, assume as funções.

Há exatamente uma semana, Adalberto se envolveu em polêmica ao entrar nos méritos técnicos do goleiro e capitão são-paulino Rogério Ceni, dizendo que o camisa 01 estava com problemas na reposição de bola. A declaração, na verdade, foi em tom de discordância em relação às palavras ditas pelo ídolo logo depois da derrota para o Corinthians, pela Recopa, afirmando que o clube havia "parado no tempo".

O São Paulo não vence há 11 jogos e amarga uma sequência de oito derrotas consecutivas. Diante dos maus resultados e dos problemas na gestão do futebol, a pressão da torcida e, inclusive, da diretoria para que o dirigente fosse demitido era grande. Braço direito de Juvenal Juvêncio durante a última reeleição do mandatário, Adalberto deixa o Tricolor após cinco anos de serviços prestados à entidade. Em 2008, entrou para o departamento de marketing para, em 2011, assumir a diretoria de futebol.

Confira a íntegra da nota oficial divulgada pelo São Paulo:

"A diretoria do São Paulo Futebol Clube recebeu na tarde desta quinta-feira (25), do Dr. Adalberto D. Baptista, o pedido de desligamento do cargo de Diretor de Futebol Profissional e de Base, em caráter pessoal e irrevogável.

O São Paulo FC lamenta profundamente o pedido e agradece o trabalho e a dedicação do Dr. Adalberto Baptista, que prestou relevantes serviços a nossa instituição. Durante o período em que esteve a frente da diretoria, estrelas do nosso futebol foram incorporadas ao elenco, nos sagramos campeões da Copa Sul-Americana e a vaga para a Libertadores 2013 foi conquistada.

O vice-presidente de futebol Dr. Joao Paulo de Jesus Lopes, responderá interinamente pelas funções da diretoria de futebol do clube, enquanto o sr. Marcos Tadeu reassume a função de diretor das categorias de futebol de base."


Editor comenta saída e projeta São Paulo sem Adalberto Baptista

Adalberto Baptista não é mais diretor de futebol do São Paulo. O dirigente entregou uma carta de demissão na tarde desta quinta-feira e deixa também de ser o responsável pelas categorias de base do clube. Por enquanto, João Paulo de Jesus Lopes, vice de futebol, assume as funções.

Há exatamente uma semana, Adalberto se envolveu em polêmica ao entrar nos méritos técnicos do goleiro e capitão são-paulino Rogério Ceni, dizendo que o camisa 01 estava com problemas na reposição de bola. A declaração, na verdade, foi em tom de discordância em relação às palavras ditas pelo ídolo logo depois da derrota para o Corinthians, pela Recopa, afirmando que o clube havia "parado no tempo".

O São Paulo não vence há 11 jogos e amarga uma sequência de oito derrotas consecutivas. Diante dos maus resultados e dos problemas na gestão do futebol, a pressão da torcida e, inclusive, da diretoria para que o dirigente fosse demitido era grande. Braço direito de Juvenal Juvêncio durante a última reeleição do mandatário, Adalberto deixa o Tricolor após cinco anos de serviços prestados à entidade. Em 2008, entrou para o departamento de marketing para, em 2011, assumir a diretoria de futebol.

Confira a íntegra da nota oficial divulgada pelo São Paulo:

"A diretoria do São Paulo Futebol Clube recebeu na tarde desta quinta-feira (25), do Dr. Adalberto D. Baptista, o pedido de desligamento do cargo de Diretor de Futebol Profissional e de Base, em caráter pessoal e irrevogável.

O São Paulo FC lamenta profundamente o pedido e agradece o trabalho e a dedicação do Dr. Adalberto Baptista, que prestou relevantes serviços a nossa instituição. Durante o período em que esteve a frente da diretoria, estrelas do nosso futebol foram incorporadas ao elenco, nos sagramos campeões da Copa Sul-Americana e a vaga para a Libertadores 2013 foi conquistada.

O vice-presidente de futebol Dr. Joao Paulo de Jesus Lopes, responderá interinamente pelas funções da diretoria de futebol do clube, enquanto o sr. Marcos Tadeu reassume a função de diretor das categorias de futebol de base."


Editor comenta saída e projeta São Paulo sem Adalberto Baptista