icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
14:11

Após quase duas horas de espera no Aeroporto de Uberlândia, Minas Gerais, o Santos finalmente conseguiu embarcar rumo à São Paulo. De lá, eles pegarão ônibus rumo à Baixada Santista, onde devem chegar no fim desta tarde.

O atraso se deu por conta do mau tempo, que paralisou temporariamente o aeroporto mineiro. O mesmo problema já havia acontecido na viagem de ida rumo à Catalão-GO, quando os santistas ficaram presos no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, por cerca de quatro horas.

Apesar da epopéia para a realização do jogo contra o Crac-GO e as dificuldades para o retorno, os jogadores não ganharão descanso do técnico Cladinei Oliveira. Isso porque o Peixe se reapresenta nesta sexta-feira, às 15h30, no CT Rei Pelé.

Logo depois do treino, eles já viajam rumo à Campinas para o duelo com a Ponte Preta, pelo Campeonato Brasileiro. Os titulares Léo, Montillo, Cícero e Edu Dracena, que foram poupado do duelo pela Copa do Brasil, retornam à equipe.

Após quase duas horas de espera no Aeroporto de Uberlândia, Minas Gerais, o Santos finalmente conseguiu embarcar rumo à São Paulo. De lá, eles pegarão ônibus rumo à Baixada Santista, onde devem chegar no fim desta tarde.

O atraso se deu por conta do mau tempo, que paralisou temporariamente o aeroporto mineiro. O mesmo problema já havia acontecido na viagem de ida rumo à Catalão-GO, quando os santistas ficaram presos no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, por cerca de quatro horas.

Apesar da epopéia para a realização do jogo contra o Crac-GO e as dificuldades para o retorno, os jogadores não ganharão descanso do técnico Cladinei Oliveira. Isso porque o Peixe se reapresenta nesta sexta-feira, às 15h30, no CT Rei Pelé.

Logo depois do treino, eles já viajam rumo à Campinas para o duelo com a Ponte Preta, pelo Campeonato Brasileiro. Os titulares Léo, Montillo, Cícero e Edu Dracena, que foram poupado do duelo pela Copa do Brasil, retornam à equipe.