icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2014
15:39

Depois de ver o seu time perder por 7 a 0 contra o Shakhtar Donetsk, a torcida do BATE Borisov não vai poder acompanhar o seu clube por uma partida. Os bielorrussos tiveram comportamento racista com o atacante Luiz Adriano, autor de quatro gols naquela partida.

A Uefa divulgou a punição nesta quarta-feira. A entidade determinou que o BATE terá que enfrentar o já classificado Porto, pelo Grupo H, com portões fechados na próxima rodada da Liga dos Campeões.

O jogo em questão tornou-se histórico para Luiz Adriano. O atacante, maior artilheiro da história do Shakhtar Donetsk, marcou cinco gols, sendo quatro em apenas 17 minutos, um recorde no torneio.