icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes
10/11/2014
11:03

Convocado de última hora para vestir pela primeira vez a camisa da Seleção principal, Fred não se esqueceu das raízes mineiras. Nascido em Belo Horizonte e com início na base do Atlético-MG, o volante do Shakhtar Donetsk (UCR) revelou a torcida pelo Galo na final da Copa do Brasil. O time de Levir Culpi enfrentará o rival Cruzeiro no primeiro jogo da decisão nesta quarta-feira, mesmo dia em que o Brasil fará amistoso contra a Turquia.

- É difícil dizer, mas meu palpite é Atlético-MG - apostou.

A lembrança carinhosa do Galo remonta ao início da carreira de Fred. Antes de despontar no Internacional e ser negociado com o clube ucraniano, o volante defendeu a equipe juvenil do Alvinegro. Somente a partir de 2009, que ele foi levado para o Colorado, onde disputou jogos pelo Inter B antes de subir para o profissional.

- Joguei um tempo no Galo, na base. Depois, não pude concluir até o profissional e fui para o Internacional. Mas mesmo assim, no Atlético-MG fui muito bem. E depois fui feliz para o Internacional - contou.

Apesar de a oportunidade surgir somente após a lesão de Rômulo, do Spartak Moscou, Fred espera ter uma chance nos jogos contra a Turquia e Áustria para mostrar que também deve voltar a ser chamado.

- Estou muito feliz e muito satisfeito em estar aqui. Espero poder meu futebol dentro de campo e mostrar para o professor que mereço estar aqui - comentou.