icons.title signature.placeholder Paulo Batistella
01/07/2014
18:37

A Chapecoense está próxima de matar dois coelhos com uma só cajadada. Negociando a saída de Régis, o clube de Chapecó deverá fechar também a chegada de um zagueiro, uma das contratações prioritárias para o departamento de futebol do clube. Em entrevista exclusiva ao LANCE!Net, o vice-presidente de futebol da Chape, João Carlos Maringá, revelou que o Sport irá ceder o defensor Enrique Meza em troca do meia do Verdão do Oeste.

Visto que a Chape não abre mão da multa rescisória de seu jogador de 500 mil euros, cerca de R$1,5 milhão, e o Leão acha o valor muito alto, o zagueiro paraguaio será uma compensação para a liberação de Régis. Segundo 'Maringá', Meza chegará a Chapecó no final desta semana para realizar testes físicos e exames médicos. Caso seja aprovado, o jogador ficará na Chapecoense por empréstimo até o final da temporada, sendo que o Sport continuará pagando integralmente seu salário que gira em torno de R$70 mil.

Enrique Meza tem 29 anos e iniciou a carreira profissional no Sol de América, do Paraguai. Em seu país natal, ainda passou pelo Nacional e o Olimpia. Já no exterior, atuou no Juventud de Las Piedras, do Uruguai, e no Dijon, da França. Por fim, jogou pelo clube pernambucano, no qual venceu a Copa Nordeste deste ano.

E MAIS:
> Goleiro da Chapecoense, sobre titularidade: 'Ninguém tem lugar cativo'
> Gerente de futebol da Chape vira diretor técnico para ajudar interino
> Para ajudar prejudicados pelas chuvas, atletas da Chape entregam donativos

João Carlos Maringá ainda falou ao L!Net sobre a possível chegada de um meia direito durante esta paralisação do Campeonato Brasileiro. O dirigente afirmou que a Chapecoense esteve próxima de fechar com o argentino Ramón Fernández, contudo, o atleta permaneceu na Universidad de Chile.

- Temos interesse em acertar com um meia direito. Nós temos o Camilo aqui, que contratamos no início do ano. Ele está se recuperando de lesão e voltou a treinar agora. Então, estamos esperando um pouco pelo Camilo para decidir se precisamos buscar um outro jogador - encerrou o vice-presidente de futebol ao L!Net.