icons.title signature.placeholder Gabriel Carneiro
18/11/2014
09:34

O São Paulo passou por uma situação inusitada até chegar às semifinais da Copa Sul-Americana de 2014. Quando ia fazer o treino de reconhecimento de gramado no estádio George Capwell, em Guayaquil, o grupo tricolor foi impedido de bater bola no local pelos equatorianos do Emelec, postura que causou a revolta do técnico Muricy Ramalho e criou um clima de "guerra", segundo palavras do próprio comandante, naquela etapa do torneio continental.

Classificado em campo, mesmo com derrota por 3 a 2 fora de casa, o time de Muricy agora visitará um novo estádio e outra realidade nesta quarta-feira, dia do compromisso diante do Atlético Nacional no estádio Atanasio Girardot, em Medellín. Jogadores como Alan Kardec, que estiveram no constrangimento de Guayaquil, temem o que pode ocorrer na Colômbia, mas novamente confiam no futebol do São Paulo para deixar o ambiente extra-campo de lado.

- Sinceramente, não faço ideia (do clima que encontrará), porque nunca tive a oportunidade de jogar na Colômbia, então não sei. Mas no futebol o que vale é dentro de campo. Às vezes tem muitas atitudes infelizes que acontecem, como foi na última partida, mas espero que isso não se repita, porque o que vale é dentro de campo - pontuou Alan Kardec, durante o embarque da delegação tricolor para Bogotá, capital colombiana.

A confiança em um bom resultado na Colômbia também foi manifestada pelo meia Kaká, um dos mais assediados pelos torcedores que foram ao Aeroporto Internacional de Guarulhos na madrugada desta terça-feira. Questionado sobre a necessidade de um bom resultado para dar tranquilidade ao São Paulo no jogo de volta, no Morumbi, o ídolo são-paulino preferiu usar outra palavra: segurança.

- Acho que a gente não vai ficar tranquilo nem se ganhar o primeiro jogo, mas um bom resultado é fundamental para dar mais segurança e confiança no jogo de volta. A Copa Sul-Americana é muito importante para o São Paulo - disse Kaká.

O São Paulo deve fazer o reconhecimento do Atanasio Girardot ainda nesta terça-feira, dia anterior ao compromisso.