icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/11/2014
13:42

O Tribunal Arbitral do Esporte (TAD) aceitou o recurso do Real Madrid, e o francês Zinedine Zidane está liberado para comandar o Castilla, o time B dos Merengues. Desta forma, o eterno craque e o seu auxiliar, Santiago Sánchez, não precisarão cumprir a punição de três meses e nem pagar a multa imposta pela Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF).

Zizou tinha sido denunciado por comandar o Real Madrid Castilla sem a licença da Uefa, que é obrigatória pela RFEF. Para tentar driblar a lei, Santiago Sánchez, que tem este documento, assinava a súmula como treinador, enquanto o francês exercia a função na prática.

O francês, inclusive, esteve na França na semana passada e acabou com as práticas que vão lhe dar o título necessário. Ao lado de outros nomes importantes do país, como Claude Makelele e Willy Sagnol, atual técnico do Bordeaux, Zidane finalizou o curso e vai receber o seu diploma em maio. Desta forma, pode treinar qualquer clube em qualquer divisão.

Zidane começou mal no Real Madrid Castilla, chegando a frequentar a zona de rebaixamento do Grupo 2 da Terceira Divisão. Mas conseguiu emplacar uma boa sequência de vitórias e está na nona posição. O francês voltou a ser notícia na última partida do time, quando utilizou Enzo, o seu filho.