icons.title signature.placeholder Rodrigo Ciantar
09/12/2013
11:31

Três torcedores que ficaram internados no Hospital Municipal São José após a confusão em Joinville foram liberados, enquanto William Batista segue hospitalizado, mas foi transferido para um hospital particular da cidade. O torcedor do Atlético-PR, que sofreu uma fratura no crânio, segue em observação e foi transferido a pedido da própria família.

William foi o torcedor que ficou ferido com mais gravidade. Ele foi retirado das arquibancadas da Arena Joinville de maca, quase sem roupas, e foi encaminhado ao hospital de helicóptero.

William Batista, que segue internado, foi transferido para o hospital de helicóptero (Foto: Paulo Sergio)

O vascaíno Gabriel Ferreira Vitael, de 20 anos, também foi liberado na manhã desta segunda, mas segue na Assistência Social do hospital, pois não tem dinheiro para retornar ao Rio de Janeiro. O Vasco já se disponibilizou para arcar com as despesas da viagem do torcedor.

Diogo Cordeiro da Costa Ferreira, de 29 anos, torcedor do Vasco, foi liberado ainda na noite do último domingo, enquanto Estevão Viana, de 24 anos, torcedor do Atlético-PR, teve alta pela manhã desta segunda-feira e já retornou para Curitiba.

Imagens fortes! Veja a confusão entre torcedores de Vasco e Atlético-PR