icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/04/2014
12:06

Ninguém apostaria antes do início da atual temporada da NBA que as três franquias mais tradicionais do campeonato americano de basquete não conseguiriam avançar aos playoffs. Mas foi o que aconteceu. Los Angeles Lakers, Boston Celtics e New York Knicks estão eliminados. Juntos, os times têm 33 títulos e representam os maiores mercados da liga.

Lakers e Celtics, com campanhas pífias, já estavam eliminados. O Knicks foi "enforcado" no último sábado, quando o Atlanta Hawks venceu o Miami Heat por 98 a 85 e assegurou a oitava e última posição de classificação da Conferência Leste. A temporada regular termina nesta quarta-feira.

Destas três equipes, o Knicks é o que vive as melhores perspectivas para o futuro. Isso porque o time de Nova York anunciou recentemente uma mudança em sua direção. Onze vezes campeão da NBA como técnico e duas como jogador, Phil Jackson assumirá a presidência das operações de basquete da franquia e promete mudanças.

Até aqui, em oitenta jogos, o Knicks perdeu 45, enquanto o Celtics e o Lakers 55. Campanhas incrivelmente negativas de três franquias que estiveram nos playoffs na temporada passada.

O fiasco do time nova-iorquino marcou ainda a primeira vez que o ala Carmelo Anthony, de 29 anos, ficou fora dos playoffs em sua carreira. Ele vinha de duas participações com o Knicks e outras oito com o Denver Nuggets.

Outros nomes importantes da liga que não estarrão nos playoffs são Kobe Bryant (Lakers), Pau Gasol (Lakers), Steve Nash (Lakers), Rajon Rondo (Celtics) e Tyson Chandler (Knicks).