icons.title signature.placeholder Caio Carrieri
16/06/2014
12:16

TESTE

  - Comerciante Guilhermo Dias, veio de navio assistir a estreia da seleção mexicana (Foto: Caio Carrieri)

A torcida cearense é muito elogiada por Luiz Felipe Scolari pela relação apaixonada com a Seleção Brasileira. Pois o público terá concorrência forte do outro lado do confronto com o México às 16h desta terça-feira, no Castelão, pela segunda rodada do Grupo A. Um grupo de 3,6 mil mexicanos desembarca em Fortaleza (CE) nesta segunda para acompanhar a partida.

Os tricolores chegam por duas vias: 2,1 mil passageiros por voos no Aeroporto Internacional Pinto Martins e 1,5 mil passageiros por meio do navio MSC Divina, que atracou às 5h desta manhã no porto da cidade. O animado Guillermo Dias, comerciante de 46 anos, faz parte da segunda leva.

- Eu quero sentir o povo brasileiro, ainda não consegui viver direito a Copa do Mundo porque estávamos dentro do navio. Estou com grande ilusão de fazer festa com o povo brasileiro, que é bem parecido com o mexicano em relação ao fanatismo por futebol e a recepção de estrangeiros - declarou ele no cais, em seu terceiro Mundial, com uma réplica da taça mais cobiçada em mãos, e o tradicional sombrero na cabeça.

Guillermo e os demais tripulantes vão se juntar a diversos fanáticos pela Tri (de Tricolor) que já pintam de verde as ruas da capital cearense.

A comerciante Osires Ruiz, de 35 anos, também. Acompanhada do marido Alejandro Torres, um ano mais velho, ela conta que a experiência de presenciar grandes partidas e a alegria vista no Brasil a faz se aproximar mais do esporte.

- A sensação de euforia é grande por poder acompanhar um Mundial de perto. Estou aqui por causa do meu esposo, porque não gosto muito de futebol. Mas como essa Copa está muito boa, com muita festa, acho que vou voltar para o México gostando um pouco mais de assistir aos jogos - relata.

Osires Ruiz e Alejandro Torres ficarão hospedados em navio (Foto: Caio Carrieri)


O navio com capacidade para 4,5 mil pessoas partiu de Miami em 19 de maio em direção a Santos (SP), onde a seleção mexicana tem sua base principal de treinamentos de preparação antes e depois das partidas.

O desembarque nesta manhã foi a primeira operação de chegada saída de passageiros na nova estação do porto. O empreendimento está orçado em R$ 205 milhões, pagos a partir do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Copa. Para recepcionar os turistas, apresentou-se um show de clichês brasileiros no local: bateria de escola de samba, banda de forró e blocos de carnaval.