icons.title signature.placeholder Guilherme Borini
13/06/2014
11:57

O principal pedido da seleção de Portugal após ter escolhido a cidade de Campinas como sub-sede durante a Copa do Mundo foi privacidade. Sobretudo por conta da presença de Cristiano Ronaldo, todos os holofotes estariam voltados para a equipe. Por isso, um esquema de “blindagem” especial foi preparado no CT da Ponte Preta, com placas de metal acima do muro, além de fechamentos nos alambrados para impedir a visão de dentro do campo.

No entanto, um torcedor encontrou uma forma criativa de acompanhar pelo menos uma parte do treinamento. A reportagem do LANCE!Net flagrou um “espião” que, ao ver a câmera apontada para ele, se retirou do local. O local escolhido era em um ponto da rodovia Anhanguera, que passa ao lado do CT da Macaca.

O treinamento de Portugal desta quinta-feira foi fechado, ao contrário do primeiro em Campinas, na última quarta-feira, que contou com a presença de dez mil pessoas no Moisés Lucarelli. A imprensa pôde acompanhar apenas os primeiros 15 minutos e depois foi retirada para aguardar a entrevista coletiva. A seleção portuguesa realiza mais um trabalho neste sábado antes da viagem a Salvador, onde enfrenta a Alemanha, segunda-feira, às 13h, na Arena Fonte Nova.