icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/11/2013
13:12

Tem virado uma praxe no Grêmio. Por conta da rotina de viagens e os jogos sobre jogos, o grupo gremista pouco consegue treinar. Na manhã deste sábado, na Arena, o elenco disputou apenas um rachão e depois exercitou bolas paradas. O técnico Renato Gaúcho manteve a dúvida de como armará o time gremista para o jogo com o Bahia, neste domingo, às 17h. A atividade foi marcada por crianças de 7 a 11 anos da escolinha Madrugada FC, de Montevidéu, que aproveitaram amistosos contra o Tricolor para conheceram a Arena.

Os gremistas disputaram apenas um recreativo na Arena. No meio da atividade, Kleber deixou o treinamento, com dores na coxa direita. Mas logo foi atendido e retomou o trabalho normalmente. O Gladiador foi liberado pelo STJD para atuar, por conta de um efeito suspensivo conseguido pelo departamento jurídico gremista.

Após o rachão, o grupo se dividiu em dois e os jogadores passaram a cobrar faltas e pênaltis. Em um lado, Ramiro, Maxi Rodríguez, Elano, Zé Roberto, Vargas e Lucas Coelho. Na outra goleira, Moisés e Alex Telles cruzavam para Barcos, Riveros, Souza e Werley na área.

O Tricolor ainda não tem a formação definida. O técnico Renato Gaúcho tem como opções o 4-3-3, já que tem o retorno do trio de ataque, e o 3-5-2. Pela primeira vez, o treinador poderá escolher sem nenhuma influência do departamento médico – sempre que optou por um ou outro, havia um zagueiro ou um atacante machucado.

Uruguaios tietaram o meia Maxi Rodríguez, destaque no país (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)